Primoz Roglic continua imparável na Vuelta a Espanha. O esloveno da Jumbo-Visma, vencedor das duas últimas edições da prova, tem-se imposto aos rivais em todas as etapas seletivas para vencer, e a jornada desta quarta-feira, em Valdepeñas de Jaén, na Andaluzia, não foi exceção.

PUB
Specialized Levo

O dia de competição terminou numa curta, mas íngreme subida, e Roglic voltou a aplicar a sua capacidade de explosão, arrecadando mais uma vitória que apenas Enric Mas (Movistar) conseguiu deixar em dúvida até aos metros finais.

Roglic chegou à meta com três segundos sobre o espanhol da Mosvistar, que parece deparar-se, cada vez mais, como o único capaz de se opor ao seu terceiro consecutivo triunfo na Vuelta.

Enric Mas terminou em segundo na etapa, depois de um ombro a ombro emocionante com Roglic nas rampas terríveis finais, com o seu companheiro de equipa, Miguel Angel Lopez, em terceiro, a cinco segundos do vencedor. Os outros candidatos terminaram alinhados e com, pelo menos, a sete segundos de Roglic, com destaque para Egan Bernal (Ineos Grenadiers), em nono, a 11 segundos.

Odd Christian Eiking (Intermarché-Wanty-Gobert) defendeu-se com galhardia a camisola vermelha para conseguir terminar em décimo na tirada, também a 11 segundos de Roglic, e assim manteve o símbolo de líder da corrida. Guillaume Martin (Cofidis) também continua em segundo da geral, a 58 segundos, enquanto Roglic encurtou a desvantagem para 1.56 minutos.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Também vais gostar destes!