Previa-se que Tadej Pogacar dominasse a sua primeira corrida por etapas esta temporada. À imagem do que fez o seu principal rival no Tour, Jonas Vingegaard, que esmagou a concorrência já em… duas: o Gran Camiño e a Tirreno-Adriático.

PUB
Giant TCR 2024

O esloveno já lhe juntou o triunfo na Strade Bianche e o terceiro lugar na Milão-Sanremo, confirmando que sabe fazer tudo e voltou a provar este domingo, na última etapa da Volta à Catalunha, ao conquistar a quarta vitória em sete etapas na prova!

PUB
KTM

Depois das suas exibições nas montanhas, o líder da UAE Emirates impôs-se ao sprint num grupo restrito no final do tradicional circuito de Barcelona-Montjuic.

“Estou muito satisfeito pela vitória, mas não era o plano original”, disse Pogacar na entrevista pós-corrida. “Tentámos jogar com Marc Soler, que decidiu atacar na primeira volta e fez um trabalho muito bom”.

A tentativa do espanhol acabou por falhar e, apesar dos vários ataques na passagem final pela subida a Montjuic, ninguém conseguiu fazer a diferença. “O João Almeida meteu um ritmo muito bom na subida e quase teve êxito. Estou feliz por ter vencido no seu lugar”, acrescentou Tadej Pogacar, que fez um balanço mais do que positivo de uma semana “intensa” para ele e sua equipa.

PUB
KTM

“Confirmei minha forma na Strade Bianche e na Milão-Sanremo e esta semana significou muito, foi realmente fantástica. Deu-me muita confiança. A minha forma é muito boa. Estou efetivamente no caminho certo para o Giro e o Tour. Não poderia sentir-me melhor na bicicleta”, declarou Pogacar.


Créditos da imagem: Volta a Catalunha Twitter – https://twitter.com/VoltaCatalunya/status/1771995000382935403/photo/1

Também vais gostar destes!