Para ambos. A Giant Explore E+ é atualizada para esta temporada de 2023 e é certo que continua tão versátil como antes. Mas agora com alguma inovação à mistura…. Vamos ver o que caracteriza esta elétrica multiusos elétrica com selo da Giant.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Antes de mais, o quadro em alumínio tem duas versões em cada uma das três montagens disponíveis no nosso mercado, uma DD (tubo superior alto) e uma STA (tubo superior baixo).

A Giant Explore E+ na versão com tubo diagonal alto.

A Giant Explore E+ na versão com tubo diagonal baixo.

A versão mais poderosa é a Explore E+ Pro, com motor SyncDrive Pro2 da marca, debitando 85 Nm, e assistindo a pedalada até aos 400%! A energia vem do EnergyPak 800, a unidade de bateria integrada no tubo diagonal que promete uma autonomia a rondar os 200 km, pelo que indica a Giant.

Já os modelos Explore E+ recorrem a uma motorização elétrica diferente: o motor SyncDrive Sport2, mais recente e com 75 Nm, dando o mesmo apoio de até 400% ao pedal. O pack de energia é também diferente, já que está presente a bateria EnergyPak de 625 Wh (mas é possível fazer a atualização para a unidade EnergyPak 800).

PUB
TrekFest 2024

Ainda na casa da autonomia, está disponível o inevitável range extender EnergyPak Plus, que pode adicionar 250 Wh à bateria adicional; ora, na unidade com mais capacidade, temos um total possível de 1.050 Wh
e autonomias que podem chegar aos 300 km.

Mas relembramos que estas são informações fornecidas pela marca e que a autonomia neste tipos de elétricas (e noutros) variam sempre em função da utilização e dos modos selecionados.

Refira-se ainda que a Giant está comprometida com o meio ambiente na produção destas baterias para e-bikes, visto que o EnergyPak Smart 800 assinala também o novo processo de fabrico de baterias com emissões neutras de CO2.

PUB
Cube Stereo ONE

Mas esta e-bike multifacetada tem muitos apontamentos de design interessantes, bem como elementos que facilitam o uso nas grandes cidades, como meio de transporte. Um exemplo é o guiador com cabos “escondidos”, onde está também presente o display RideDash EVO totalmente a cores.

É nele que podemos ver informações de viagem, tal como o modo de assistência à pedalada ativo; e entre eles está o Smart Assist, um modo adaptável que recorre a seis sensores para determinar o grau de apoio fornecido ao ciclista.

Mas há mais: para travar a tempo e com potência, explica a Giant, estão incluídos travões hidráulicos com discos de até 2oo mm (dependendo da versão). E há luzes à frente e atrás, como qualquer boa urbana que se preze.

Enquanto isso é possível adaptar na parte traseira um roboque de carga (compatível com praticamente todos os modelos e marcas de reboques do género), ao passo que o novo sistema Mik HD Rack permite montar cestos, grades e bolsas para uma capacidade de carga de até 27 kg. Incluindo compatibilidade com cadeiras para crianças.

Por fim, o elemento desta bicicleta de trekking que mais “pensa” no off-road: a suspensão frontal instalada nesta Giant Explore E+, que “cresceu” agora para os 100 mm.

A Giant Explore E+ 2023 está assim disponível nas versões 1 PRO, 2 e 4, com preços de 4.149, 2.999 e 2.399 euros, respetivamente. Listas de especificações e material completas no site da marca, link abaixo.

PUB
Giant TCR 2024

Mais info:

Também vais querer ler…

Giant Revolt X 2023: nova gravel com suspensão frontal! [com vídeo]

Também vais gostar destes!