Um “pormenor” muito interessante nesta nova e-bike Cannondale Moterra SL 2024: a marca veio gravar os vídeos de lançamento desta e-BTT a Braga, cá em Portugal! O resultado é o que podem ver mais abaixo. Aliás, vale a pena ver os vários vídeos que apresentam a bicicleta, estão todos neste artigo.

PUB
Orbea Genius Dealers

Esta nova Moterra SL parece ser mais uma tentativa da marca norte-americana de revolucionar um pouco mais o sector das e-bikes de montanha… Afinal, um dos seus pontos fortes é a investigação e o desenvolvimento de inovação, não tivesse a Cannondale inventado as suspensões Lefty…

Josh Bryceland Is One Stylish Lad | Cannondale Moterra SL | Braga, Portugal

Ora, a ideia aqui é colocar um motor bastante potente numa e-BTT leve, neste caso a rondar os 19,5 kg na versão topo de gama. Falamos do conhecido propulsor Shimano EP8 (versão 801), com várias possibilidades de personalização, 85 Nm, picos de potência de até 600 w e quatro modos de assistência.

Is Moterra SL the lightest full-power eMTB ever? | Braga, Portugal
PUB
TrekFest 2024

A bateria é uma unidade de 601 Wh, algo que não é assim tão comum numa elétrica de montanha com estes patamares de peso e características, na verdade. E mais novidades?

FIRST LOOK: Moterra SL | Cannondale Essentials

 

O quadro. Linhas diferentes, com heranças de outros modelos da marca, especialmente o triângulo traseiro inspirado no modelo Scalpel de XC. As escoras incorporam o sistema FlexPivot para trazer flexão à estrutura basculante, que é uma só peça. Tudo isto instalado num sistema de suspensão monopivot com 150 mm de curso no amortecedor traseiro.

PUB
TrekFest 2024

The Revolutionary FlexPivot Suspension System | Tech Talks | Cannondale Moterra SL

O quadro responde ao conceito Proportional Response da marca, o que segnifica que para cada tamanho de quadro há também medidas diferentes nesse elemento basculante. Isto permite um comportamento diferente em cada tamanho, algo que surge assim personalizado em função de cada rider.

A geometria é um tanto atípica: se atendermos aos cursos de suspensão (160 mm à frente e 150 atrás), diríamos que esta é uma bicicleta de all mountain; mas quando vemos que  adireção pode ir aos 62,5º (ajustáveis em 1,2º com um sistema próprio), então aí pensamos duas vezes…

Os eixos, graças ao conceito mullet aqui presente (roda 29” à frente e 27,5” atrás), têm 1.248 mm entre eles (no tamanho M), pelo que também isto nos faz olhar para esta Moterra SL como uma bicicleta para… tudo o que é trail! Graças a um flip chip na traseira, é possível montar nesse eixo uma roda de 29”, contudo.

PUB
TrekFest 2024

Há três versões nesta gama de 2024, todos elas bastante bem equipados. Podes ver as listas de especificações completas no site oficial da marca. Os preços andam entre os 12.999 euros da versão topo de gama, a Moterra SL LAB71, e os 6.999 euros da versão SL2. Pelo meio está a Sl1, que custa 7.799 euros no nosso mercado.

Mais info:

Também vais gostar destes!