Agora sim já podemos falar à vontade desta “bomba”! A nova Aurum Magma já chegou e é mais veloz, muito reativa e surpreendentemente confortável. E fazemos estas afirmações sem problemas porque o GoRide esteve presente em exclusivo na apresentação oficial, com a oportunidade de andar na nova bicicleta na companhia de Alberto Contador, o seu criador. Podes ver tudo aqui!

PUB
Nova Trek Supercaliber

A ideia de que esta é uma bicicleta versátil e projetada para proporcionar uma performance de topo, independentemente do tipo de utilização, não é um cliché. Tivemos oportunidade de experimentá-la e atestamos que se trata de uma das bicicletas mais rápidas, reativas e confortáveis que já experimentámos.

“A Magma é o produto de uma incessante evolução, uma obsessão por melhorar uma bicicleta que já era excelente; o resultado de anos de experiência e dedicação.” – Aurum

A Aurum Magma anterior, lançada há cinco anos, procurava a polivalência, sempre com o espírito competitivo que deve ter uma bicicleta nascida da experiência em competição dos fundadores da marca, Alberto Contador e Ivan Basso. Agora, esta nova Magma esteve dois anos em testes intensivos.

O modelo anterior destaca-se pela resposta imediata à pedalada, com uma grande aceleração e por conforto em percursos longos. O desempenho em terrenos planos era bom (excelente!), mas, possivelmente, este foi o aspeto em que mais se trabalhou nesta nova edição. O mais difícil foi melhorar o desempenho aerodinâmico sem comprometer as boas características de “trepadora” e o conforto.

PUB
Nova Trek Supercaliber

À primeira vista, a estrutura não muda muito, mas uma análise mais detalhada revela os novos perfis do tubo do selim (e, consequentemente, do próprio espigão) e do triângulo traseiro. É mantida a mesma secção do restante quadro, ou seja, são do tipo NACA mas com a cauda “recortada”.

“Cada tamanho de quadro tem a sua própria disposição das fibras de carbono; diferentes comprimentos e tamanhos de tubos requerem diferentes graus de carbono e número de camadas.” – Aurum

Importa destacar que o quadro em fibra de carbono foi criado à luz da tecnologia ECT (Experience Carbon Technology) da Aurum no nível 10 (o máximo), que inclui até seis tipos diferentes de fibras.

PUB
Orbea Genius Dealers

Outro detalhe que evidencia as boas características da anterior Magma é que a geometria não foi alterada. Como afirmaram os responsáveis pelo design: “para quê mudar algo que funciona?”.

Nesta geração eliminaram um dos tamanhos do quadro, o maior, devido à baixa procura nas lojas. Agora estão disponíveis apenas cinco tamanhos de quadro.

Um elemento que também muda é a forqueta: agora é mais larga, permitindo a instalação de pneus mais largos (35 mm) e maior fluxo de ar, minimizando a resistência ao mesmo, explicaram os engenheiros. Todas estas mudanças estimam uma melhoria de aproximadamente 7 w em relação ao modelo anterior (com tamanho e componentes iguais).

E a bicicleta não depende apenas de um bom design do quadro para proporcionar uma boa aerodinâmica, mas também de “esconder” tudo o que possa criar resistência: a passagem de cabos é agora mais integrada graças ao novo guiador da Aurum (cockpit integrado).

Este novo guiador (disponível em nada menos do que 15 tamanhos diferentes), além de ter um peso de apenas 320 gramas, melhora o desempenho face ao guiador anterior em 10 watts (mais que o próprio quadro), garantem.

Falando de peso, a Aurum assegura que a Magma, com uma seleção cuidadosa de componentes, pode pesar apenas 6,5 kg… Destacando que o quadro pesa 780 gramas (tamanho 54) e a forqueta 375 gramas. Importa salientar que o peso nunca foi uma obsessão para a Aurum, que dá prioridade à resistência do quadro (tem garantia vitalícia…) e à rigidez no comportamento. Em busca de oferecer essa característica (e de facilitar a manutenção), o pedaleiro neste novo quadro é roscado (T47).

PUB
TrekFest 2024

Resumindo, as novidades da nova Aurum Magma em relação à geração anterior concentram-se nos seguintes pontos:

  • Novo guiador integrado monocoque, com cabeamento interno e perfil aerodinâmico.
  • Tubo de direção cónico com rolamentos diferenciados de 1.5” e 1-3/8”.
  • Quadro exclusivo para transmissões eletrónicas, com novo design do tubo de selim e do triângulo traseiro.
  • Forqueta e quadro com novo design, que permite a montagem de pneus de até 35 mm.
  • Quadro disponível em cinco tamanhos em vez de seis.
  • Pedaleiro roscado T47.

Como acontece com bicicletas muito exclusivas, podemos adquirir apenas o quadro para montar os componentes que desejarmos. Também são oferecidas diferentes montagens, todas com componentes de elevadas gamas e que, inevitavelmente, implicam preços elevados. Abaixo detalhamos os preços e montagens da nova Aurum Magma:

Quadro apenas:

  • Quadro Aurum Magma: 4.499 euros
  • Quadro Aurum Magma + Guiador Aurum Integrado: 4.999 euros

Bicicleta completa:

  • Aurum Magma com transmissão Shimano Dura-Ace Di2 e rodas Lightweight Obermayer: 14.999 euros
  • Aurum Magma com transmissão Shimano Dura-Ace Di2 e rodas Princetown: 11.899 euros
  • Aurum Magma com transmissão Shimano Dura-Ace Di2 e rodas ENVE SES 3.4: 11.499 euros
  • Aurum Magma com transmissão Sram Red AXS e rodas Lightweight Obermayer: 14.999 euros
  • Aurum Magma com transmissão Sram Red AXS e rodas Princetown: 11.899 euros
  • Aurum Magma com transmissão Sram Red AXS e rodas ENVE SES 3.4: 11.499 euros
  • Aurum Magma com transmissão Shimano Ultegra Di2 e rodas ENVE SES 3.4: 9.599 euros
  • Aurum Magma com transmissão Shimano Ultegra Di2 e rodas ENVE Foundation 45: 8.499 euros
  • Aurum Magma com transmissão Sram Force AXS e rodas ENVE SES 3.4: 9.199 euros
  • Aurum Magma com transmissão Sram Force AXS e rodas ENVE Foundation 45: 8.099 euros

Mais info:


Créditos das imagens: Aurum e GoRide

Também vais gostar destes!