Niels Bensink é um rider fora de série. Mesmo tendo ficado mais uma vez à beira da medalha nas finais de Lisboa do Red Bull Pump Track, não temos dúvidas do rider fantástico que é este “holandês voador”!

PUB
Orbea Rier Connect

Aproveitámos a presença de Niels em Lisboa e a boa relação que temos com ele para termos a interessante conversa que está nesta página. E quisemos saber tanta coisa… Como se consegue ser um “pró” do BMX e das bikes, como se prepara uma prova, como se consegue ter em casa a pista de saltos que podemos ver num dos vídeos abaixo… Fica a saber tudo!

GoRide.pt: Como entraste no mundo das bikes? E com que idade começaste a competir?

Niels: Comecei a andar de bike com apenas cinco anos, quando por acidente encontrei uma pista de BMX perto da minha casa. O meu pai fazia motorcross, mas achava que eu era demasiado novo para experimentar, por isso encontrei outra soluçção para “curtir” a pista.

Apaixonei-me pelas bicicletas de imediato e passado pouco tempo comecei a competir a nível regional e nacional. Logo no ano a seguir competi no estrangeiro.

GoRide.pt: Acompanhamos os teus vídeos e sabemos que és bom com qualwuer bike… Mas é no BMX que te sentes melhor, não?

Niels: Ando de BMX há quase dez anos e acho que sim, que é aí que me sinto melhor e mais confortável. Até porque mesmo depois de passar semanas a andar de BTT consigo regressar às rodas mais pequenas de novo. Sem problema!

PUB
Lapierre XR

Saber como manusear uma bike pequena, leve e mais rápida faz com que seja muito mais fácil andar de BTT, pois esta é mais confortável por ter suspensão e rodas maiores, no fundo.

Niels Bensink em ação no vídeo ‘Homesick’:

HOMESICK | Niels Bensink

GoRide.pt: É mesmo possível ser 100% profissional no BMX? A modalidade está a crescer em todo o mundo…

Niels: Andei de BMX a nível “pró” e ao nível do World Cup, viajando pelo mundo todo, fazendo alguns pódios e semi finais na Europa e sonhando em um dia ir aos Jogos Olímpicos.

Mas com a pandemia em 2020 e com corridas a serem canceladas em todo o mundo percebi que há muito mais do que apenas andar na minha BMX… O que mais importa é andar de bicicleta e divertir-me ao máximo com os meus amigos!

Foi nessa altura que descobri as BTT e o pump track. Tenho desde então andando muito com amigos e percebi que afinal não gostava assim tanto de competir em BMX. E ao participar nos eventos do Crankworx descobri algo novo…

Descobri a mesma sensação que tive quando era miúdo e comecei a andar de BMX. Tive de aprender tudo de novo, mas num ambiente muito descontraído e entre amigos.

Respondendo à questão, acho que o melhor mesmo é que cada um perceba que há muito mais do que competir e do que ser profissional de BMX. A modalidade está a crescer devido a estar nos Jogos Olímpicos, temos sempre muitos países a participar e o nível dos atletas está mais alto do que nunca.

Mas ao mesmo tempo isso pode estar a matar a beleza desta modalidade e as suas bases fundamentais. É tudo muito fixe e é um sonho de todos serem prós, mas no final temos de nos lembrar que começámos a andar de bike acima de tudo porque é divertido, certo?

GoRide.pt: E a pista fantástica que tens em casa?! Fala-nos dela… Construíste tudo com amigos, como surgiu a ideia?

Niels: É o trabalho da minha vida! O primeiro monte de terra foi ali despejado quando eu tinha apenas cinco anos! Um amigo da família transformou-o num salto e desde então que em todos os fins de semana ali estavam amigos meus e colegas de equipa a construirem as coisas comigo.

A pista cresceu depressa até ser uma pista de BMX com saltos da altura de duas pessoas e a malta teve muita paciência a ensinar-me a arte de construir saltos. Isto é algo que a maior parte dos miúdos de hoje não sabe o que é…

O digging (é assim que lhe chamamos) é uma parte importante do desenvolvimento de um rider, pois é o que nos ensina a ler a pista e a pensar em velocidade, técnica, etc. E é vital que passe de geração em geração. Com apenas oito anos eu já sabia conduzir a máquina de escavar e assim todos os fins de semana podia construir partes da pista com amigos do BMX como Niek Kimmann, por exemplo.

Era muito normal termos pistas no quintal e andávamos a saltar das casas uns dos outros de manhã até à noite. Acho que é assim que adquirimos a perícia que precisamos ter para saber andar em qualquer bike.

Mas acho que desde o primeiro dia que já foram despejados na minha pista mais de 500 camiões de terra. E lentamente fui transformando o spot naquilo que é hoje. Fui de uma pista pequena a uma pump track muito técnica, com um duplo slalom, grandes saltos e dirt jumps. É um verdadeiro “parque de diversões”!

Tenho de agradecer a todos aqueles que me ensinaram a arte do digging, sem eles nada disto existia. E está ali muito trabalho meu: escavei horas a fio após as aulas, todos os dias, e ainda hoje aquele é um sítio onde consigo relaxar, pensar, descontrair… Adoro tudo, principalmente ver malta a andar na pista pela primeira vez.

No vídeo Divergence conseguimos ver na perfeição o compound que Niels Bensink tem em casa: 

Niels Bensink - Divergence // A Short Film by Niek Kimmann

GoRide.pt: Consegues descrever-nos o teu treino e preparação para uma prova?

Niels: De momento não estou a competir muito em BMX, estou a fazer uma pequena pausa para me focar mais na BTT e no pump track. Tento andar em todas as minhas bicicletas pelo menos uma vez por dia, mas combino isso com ginásio e exercícios para manter a boa forma física.

É importante podermos trocar de bike sempre que quisermos, para nos adaptarmos a diferentes condições. É o que tento fazer, especialmente com a BTT, em que ainda aprendo coisas novas todos os dias.

Para competições de pump track treinei muito mais a resistência porque as runs são muito físicas e as corridas decorrem quase sempre no outono/inverno ou na off season. No verão prefiro andar de bike na boa e manter as boas sensações. Tenho resultados melhores quando me estou a divertir e a sentir-me a 100% em sintonia com a bike.

GoRide.pt: E como aparece o pump track na tua carreira?

Niels: O pump track é o mais importante treino de bike que existe. Puxa pelas skills ao máximo e isso pode ser usado nas outras vertantes da bike. Mas crescer a andar na minha pista foi o que me deu as capacidades que me permitem ter um estilo fluido.

GoRide.pt: Vimos a reportagem da Pink Bike contigo e com a Velosolutions pela ruas de Lisboa. O que achas da nossa cidade?

Niels: Lisboa é espetacular. Adoro história e as cidades europeias em geral. E Lisboa tem tantos edifícios antigos e históricos fáceis de visitar de metro… É ao mesmo tempo muito trendy e com uma vibe muito hipster, adoro.

O vídeo é este:

Lisbon CityTour - Red Bull UCI Pump Track World Championships

GoRide.pt: A a pista de pump track da Velosolutions em Lisboa, o que achas dela?

Niels: Tenho de admitir que é diferente. Muito extensa e com muitas secções traiçoeiras. Especialmente as curvas longas e mais diretas, além dos doubles que podem ser complicados de sacar. Gosto especialmente da parte curta do meio.

Mas é uma pista onde vence quem errar menos e na qual temos por vezes de andar com mais cuidado para conseguirmos ser rápidos.

O nosso vídeo da run final do vencedor do Red Bull Pump Track Lisbon 2021:

Eddy Clerte Final Winning Run | Red Bull UCI Pump Track World Championships Lisbon | 17 October 2021

GoRide.pt: Achamos que foste um dos mais consistentes atletas da final do Red Bull Pump Track Lisbon. Ficaste mais uma vez à beira do pódio, em 4º lugar…

Acho que estava perfeitamente preparado, treinei bem, mas no dia da corrida é importante que haja aquele click. Arrisquei na semi final e errei num dos saltos mais longos, isso custou-me um lugar na grande final e uma das medalhas, acho. Dei o máximo, sei que podia ter sido suficiente para a medalha, mas estou satisfeito na mesma.

GoRide.pt: Quem é o teu ídolo no mundo das bikes?

Niels: Mike Day, o mais fluido e consistente rider que alguma vez vi a andar de bicicleta.

GoRide.pt: Que conselhos dás a quem está agora a entrar neste desporto, seja BMX, pump track ou dirt?

Niels: Apostem na diversão acima do resto e encontrem um grupo de malta e amigos que curtam tanto ou mais que vocês andar de bike todos os dias…

Mais info:

Imagens: Rodrigo Vicente

PUB
Kenda Tires- Bicimax

Estás a gostar do GoRide.pt?

Então subscreve a Newsletter GoRide.pt clicando/tocando na imagem abaixo!

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

Jorge Lopes
Com mais de quinze anos de experiência na criação e edição de conteúdos em diversas áreas, é viciado em desporto e, naturalmente, em bikes. Mas raramente está em forma! Um dos mentores do projeto GoRide.

    Também vais gostar destes!

    Mais em Entrevistas