Os portugueses Tiago Santos e José Miguel Moreira não terminaram a prova de fundo de juniores do Campeonato do Mundo de Estrada, em Glasgow, Escócia, uma “corrida que se revelou demasiado intensa para o ritmo competitivo nacional”, pode ler-se em comunicado da Federação Portuguesa de Ciclismo.

PUB
Giant Trance X Advanced E+ Elite

A prova de 127,2 kms foi disputada num ritmo frenético, que cedo partiu o pelotão em vários grupos. A sucessão de pequenas subidas ao longo do circuito urbano e a rapidez com que se correu fez com que a maior parte dos participantes desistisse.

Dos 154 corredores que alinharam à partida, só 70 cortaram a meta no final das nove voltas. Tiago Santos e José Miguel Moreira estiveram entre os 84 forçados a abandonar.

Tiago Santos deu luta durante grande parte da corrida, mantendo-se no primeiro pelotão até faltarem cerca de 50 kms para o fim, altura em que, por falta de ritmo, já não conseguiu seguir os melhores. José Miguel Moreira, júnior de primeiro ano, cedeu numa fase mais precoce da prova, mas também mostrou espírito batalhador e tentou manter-se em corrida o máximo possível.

“O Tiago Santos conseguiu colocar-se bem, que era o que se pedia, e esteve com os melhores durante boa parte da corrida. No entanto, a falta de ritmo de corrida a este nível fez-se notar. O José Moreira ficou para trás um pouco mais cedo, pagando também o preço de ser menos experiente, pois é júnior de primeiro ano”, avalia o selecionador nacional, José Poeira.

PUB
Selle SMP

O título mundial decidiu-se entre os sete corredores que se destacaram do pelotão ainda na parte inicial da prova. O mais forte foi o dinamarquês Albert Philipsen, que atacou à entrada da última volta, a 16 kms do final, disparando para uma vitória incontestável, com 1.19 minutos de vantagem sobre o segundo e o terceiro classificados, o alemão Paul Fietzke e o norueguês Felix Orn-Kristoff (meio-irmão de Alexander Kristoff), respetivamente.

Albert Philipsen, de apenas 16 anos, torna-se o ciclista mais jovem a conquistar um título de juniores, sendo campeão europeu de BTT e da Dinamarca de ciclocrosse e de estrada.

Lê também:

O quarteto luso que luta amanhã pela oportunidade de vencer em Glasgow

PUB
Cube Stereo ONE

Imagens: UCI Worlds Twitter e Federação Portuguesade Ciclismo

Também vais gostar destes!