A pouco menos de um mês da Paris-Roubaix, os especialistas do pavé puderam testar as pernas em 23 quilómetros de empedrado em 194 totais da 64.ª edição do Grande Prémio de Denain – Porte du Hainaut, no Norte de França, esta quinta-feira.

PUB
Beeq

O vencedor foi o colombiano Juan Sebastian Molano (UAE Team Emirates), ao impor-se ao sprint num quinteto que se destacou e foi secundado no pódio por Tim van Dijk (Jumbo-Visma) e Timo Kielich (Alpecin-Deceuninck).

A corrida começou a definir-se no setor número 5, 25 quilómetros do final, quando o grupo de fugitivos ainda estava 30 segundos à frente de um grupo de oito favoritos, incluindo Mikkel Bjerg e Juan Sebastian Molano (UAE Team Emirates), Taco van der Hoorn (Intermarché-Circus-Wanty), Tim van Dijk (Jumbo-Visma), Timo Kielich (Alpecin-Deceuninck), Norman Vahtra (Go Sport-Roubaix Lille Métropole), Edvald Boasson Hagen (TotalEnergies) e Clément Davy (Groupama-FDJ). No que restava do pelotão, a Jumbo-Visma de Olav Kooij liderava a perseguição, a 50 segundos da liderança.

Quando estavam todos os grupos prestes a reagrupar-se, no último setor de paralelepípedos, muito lamacento e perigoso há mais escaramuças, deixando cinco homens na dianteiara, Bjerg, Molano, Boasson Hagen, Kielich e Van Dijk, com 25 segundos de vantagem sobre um grupo de vinte perseguidores.

Nos últimos dois quilómetros, Bjerg mete-se ao trabalho para Molano e a 500 metros da chegada, Van Dijk tentou surpreender os adversários, mas saltou-se o pé do pedal teve de abortar o ataque. Juan Sebastian Molano inicia o sprint e é o mais rápido, triunfando.

Classificação:

Também vais querer ler…

Tom Pidcock falha Milão-Sanremo

PUB
Specialized Levo

Fotografia: Twitter GP Denain

Também vais gostar destes!