Mathieu van der Poel abriu o novo ano em grande, com uma vitória no GP Sven Nys, prova de ciclocrosse disputada em Baal, na Bélgica, no dia 1 de janeiro.

PUB
Prototype

O ciclista holandês da Alpecin-Fenix superou o seu eterno rival Wout van Aert, belga da Jumbo-Visma, que ficou na segunda posição. O terceiro foi o britânico Tom Pidcock, da Trinity Racing. Ceylin del Carmen Alvarado ganhou a competição feminina.

Pidcock iniciou a contenda ao ataque e, apesar de uma pequena avaria mecânica na primeira volta, liderou isolado as duas primeiras voltas, de sete que compunham a prova. No entanto, Van der Poel, seguido por Eli Iserbyt (Pauwels Sauzen-Bingoal), moveram-se na perseguição e alcançaram Pidcock num trio, a que se juntaram Van Aert e Michael Vanthourenhout (Pauwels Sauzen-Bingoal) à quarta volta.

Mas o quinteto não se manteve unido por muito tempo. Van der Poel forçou o ritmo na 5ª volta. O campeão do mundo de ciclocrosse tirou mais de 20 segundos à volta mais rápida anterior e destacou-se da concorrência, enquanto Van Aert se debatia com problemas numa seção lamacenta da pista.

No final da quinta volta, Pidcock seguia a cinco segundos de Van der Poel, com Vanthourenhout a 14 segundos e Van Aert a par de Iserbyt, a 17 segundos. Contudo, Van Aert começou a recuperar rapidamente, e depois de apanhar Pidcock, livrou-se do jovem britânico para se lançar em perseguição solitária ao líder Van der Poel.

À entrada da última volta, Van Aert tinha um atraso de 12 segundos para o rival da Alpecin-Fenix, mas este conseguiu gerir a vantagem, terminando oito segundos à frente do corredor da Jumbo-Visma.

PUB
Giant TCR 2024

Também vais gostar destes!