A DSM anunciou a saída de Marc Hirschi da equipa. O contrato do corredor suíço de 22 anos deveria expirar no final de 2021, mas a formação ex-Sunweb anunciou hoje, dia 5, a rescisão do contrato, com efeito imediato.

PUB
Beeq

Os motivos da quebra do vínculo não foram revelados, mas diversos meios de informação holandeses avançam que Hirschi, uma das maiores revelações da temporada de 2020, será reforço da UAE Emirates, de Tadej Pogacar, vencedor do último Tour, e dos portugueses Rui Costa e Ivo e Rui Oliveira.

“A equipa DSM chegou a um acordo com seu corredor Marc Hirschi para encerrar o seu vínculo antes do prazo de término, 31 de dezembro de 2021. Foi acordado, por ambas as partes, que o contrato será rescindido com efeito imediato e que não será feito nenhum outro comentário sobre o assunto”, informou a DSM em comunicado.

Marc Hirschi venceu a 9.ª etapa do Tour de França 2020, em Laruns

“A equipa DSM deseja a Marc Hirschi tudo de bom para a continuação da sua carreira e expressa gratidão pelo seu contributo”, pode ler-se no mesmo documento.

Hirschi estreou-se como profissional na Sunweb em 2019, após ter conquistado os títulos mundial e europeu de estrada de sub-23 no ano anterior. No entanto, em 2020, o jovem corredor suíço projetou-se para o galarim com uma temporada ótima, vencendo uma etapa do Tour de França e a Flèche Wallonne, além do terceiro lugar no Campeonato do Mundo, em San Marino, e o segundo posto na Liège-Bastogne-Liège. Hirschi é representado pelo seu compatriota e ex-ciclista profissional Fabian Cancellara.

A equipa DSM sucede à Sunweb na temporada de 2021 e já apresentou o equipamento

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Hirschi é o quinto corredor de primeiro plano a negociar uma saída antecipada da equipa ex-Sunweb nos últimos anos, depois de Marcel Kittel, Warren Barguil, Tom Dumoulin e Michael Matthews terem deixado a formação registada na Alemanha antes do final dos seus contratos.

Também vais gostar destes!