A norte-americana Kristen Faulkner conquistou o terceiro lugar na recente edição da Strade Bianche, mas a corredora da Jayco-AlUla acaba de ser desclassificada, devido ao uso de um glicosímetro – dispositivo para controlar o nível de glicose no sangue – durante a corrida, o que não é permitido pelo regulamento da União Ciclista Internacional (UCI).

PUB
Cube Stereo ONE

O organismo proíbe o uso de dispositivos que registem dados fisiológicos e medem valores metabólicos como glicose ou lactato em competição.

Depois de proceder a investigação e ouvir as explicações de Faulkner – que terá alegado que não teve tempo de retirar o aparelho antes do evento e que não o ligou durante a prova -, a UCI não foi sensível às alegações da atleta de 30 anos.

Em consequência da desclassificação de Faulkner, a dinamarquesa Cecilie Uttrup Ludwig (FDJ-Suez) sobe ao terceiro lugar na Strade Bianche, corrida ganha por Demi Vollering (SD Worx) à frente da sua companheira de equipa Lotte Kopecky.

Recorde-se de que, depois de excelente desempenho numa fuga, em solitária, de cerca de trinta quilómetros, Kristen Faulkner foi alcançada a apenas 600 metros da linha de chegada por Demi Vollering e Lotte Kopecky. Desgastada, a norte-americana não pôde resistir às duas adversárias, que lutaram pela vitória num sprint apertado… e também polémico.

Também vais querer ler…

Van der Poel admite: ‘Inverno perfeito é sem ciclocrosse’

PUB
Nova Trek Supercaliber

Fotografia: Twitter Jayco-AlUla

Também vais gostar destes!