João Almeida estreia-se em competição em 2021 na Volta aos Emirados Árabes Unidos, a partir deste domingo. O jovem corredor português faz parte de uma constelação de estrelas do pelotão WorldTour que alinharão nesta prova, de que se destaca o vencedor do Tour de França de 2020, Tadej Pogacar, que correrá em casa pela equipa UAE Emirates.

PUB
Specialized Recolha em Loja

Almeida lidera a Deceuninck-QuickStep, dará as primeiras pedaladas com dorsal este ano, mas o objetivo maior da temporada está ainda muito distante, a Vuelta. De qualquer modo, conhecendo o português que liderou o Giro de Itália em 2020, terminando em quarto lugar nessa prestigiante prova, não se pode descartar a sua intromissão na luta pelas etapas com relevo mais desnivelado.

Pogacar é outro dos ilustres à partida do Adu Dhabi, e tentará melhorar o seu segundo lugar há um ano, em que conquistou a vitória na chegada em alto, em Jebel Hafeet. Todavia, nessa ocasião, já tinha rodado – e vencido de forma convincente – na Volta à Comunidade Valenciana, e está, como outras figuras, a fazer a entrada na temporada.

Neste lote incluiu-se o ganhador da edição do ano passado, Adam Yates, que se estreia com as cores da Ineos-Grenadiers, é acompanhado por uma equipa de luxo, com o vencedor da Volta à Provença Iván Sosa e o campeão do mundo de contrarrelógio Filippo Ganna.

Outra estreia, este com redobrada expectativa, é a de Chris Froome. No fundo, serão duas estreias para o britânico e ainda um motivo adicional de curiosidade. Trata-se da primeira prova da temporada e na sua nova equipa, Israel Start-Up Nation, e o interesse de se saber se o quatro vezes vencedor do Tour de França está, efetivamente, recuperado das lesões causadas pela grave queda em 2019.

Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo) e Alejandro Valverde (Movistar) também estarão na prova do Golfo, tal como Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe) e Sepp Kuss (Jumbo-Visma). A Bahrain-Victorious tem Wout Poels, Jack Haig e Damiano Caruso, a Qhubeka Assos Domenico Pozzovivo e a Astana Alexey Lutsenko.

Entre os sprinters, o cartaz também é de excelência, com Sam Bennett (Deceuninck-QuickStep), Caleb Ewan (Lotto Soudal), Ackermann (Bora-Hansgrohe), Giacomo Nizzolo (Qhubeka -Assos), Fernando Gaviria (Emirados Árabes Unidos) e Phil Bauhaus (Bahrain Victorious).

A maioria dos principais candidatos às clássicas da Flandres e da Ardenas na próxima primavera ficou na Europa para o fim de semana de abertura, na Bélgica, mas Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), recente bicampeão mundial de ciclocrosse e vencedor do Tour de Flandres de 2020, optou por arrancar para a época de estrada no calor do deserto.

As etapas

O Tour dos Emirados Árabes Unidos começa este domingo com uma etapa plana, com partida no Abu Dhabi e passagem ao longo da costa até Al Mirfa, propícia aos velocistas. A segunda etapa é um contrarrelógio individual de 13 km, onde Ganna será naturalmente favorito, mas João Almeida poderá ganhar tempo importante, se pretender disputar a classificação geral. Será o primeiro teste para todos, em especial para Chris Froome.

A etapa 3 termina com a escalada tradicional de Jebel Hafeet (10 km a 6,8%). Em 2020, foi aí que Adam Yates assumiu a liderança ao vencer isolado. Os homens rápidos devem ter outra oportunidade no quarto dia, com final na Ilha de Al Marjan, antes de a estrada subir novamente na quinta e provavelmente crucial jornada, que inclui a subida final de Jebel Jais (20 km até a uma altitude de 1491 metros). Jebel Jais fechará desde logo a batalha da classificação geral, pois os dois dias finais serão novamente para os velocistas. A 6.ª etapa termina em Dubai, no Palm Jumeirah e a última será o regresso a Abu Dhabi.

PUB
Decathlon

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

Também vais gostar destes!

Mais em Estrada