Jackson Goldstone é o mais jovem vencedor da Red Bull Hardline. Com apenas 18 anos, o canadiano “rebentou” o difícil percurso de downhill da prova, no País de Gales, deixando a concorrência a mais seis segundos de distância.

PUB
KTM

O rider qualificou-se na terceira posição, atrás de Bernard Kerr – vencedor desta competição por três vezes – e Adam Brayton. Na manga decisiva, Goldstone foi o mais rápido logo no primeiro checkpoint e a sua vantagem foi aumentando ao longo do percurso.

Só teve um pequeno erro a meio, mas foi uma exibição praticamente perfeita, num percurso difícil e muito exigente. Os 2:20.525 minutos deixaram desde logo a sensação que não seria nada fácil batê-los.

Quem ficou mais próximo do canadiano foram os britânicos Joe Smith (2:27.043 minutos) e Taylor Vernon (2:27.084), que fecharam o pódio. Vernon foi a maior surpresa, pois havia ficado no 13º lugar na qualificação, mas fez uma manga final sem falhas para garantiu uma excelente terceiro posto final.

“Tive uma manga muito boa, fiz tudo o que queria com apenas um pequeno erro. Estou entusiasmado, mas não era assim que queria ganhar. Estou mesmo arrasado pelo rapazes que caíram”, afirmou Goldstone.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Bernard Kerr foi um dos atletas que sofreu uma queda aparatosa, mas sem consequências físicas. O percurso da Red Bull Hardline é conhecido por ser o mais difícil a nível mundial, entre os seus saltos e partes técnicas que exigem muita destreza dada a velocidade que os corredores atingem.

2022 ficará ainda para a história devido à presença da neozelandesa Jess Blewitt, a primeira mulher a participar nesta prova.

Quanto a Jackson Goldstone, o corredor canadiano continua a sua afirmação como um dos melhores, apesar de ter apenas 18 anos. No seu palmarés já está um título mundial em juniores e também uma Taça do Mundo no mesmo escalão.

Top 3 Runs from Red Bull Hardline 2022
PUB
Giant TCR 2024

Imagens: Dan Griffiths, Nathan Hughes e Samantha Saskia Dugan / Red Bull Content Pool

Também vais gostar destes!