Boas notícias para o pelotão nacional. O ciclismo recebeu luz verde para regressar à estrada e não só está confirmada a Volta a Portugal, como estão agendadas corridas a partir do início de julho. A Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou que as condições apresentadas pela Federação Portuguesa de Ciclismo foram aceites, o que significa que o ciclismo está de volta, mas com muitas regras para cumprir.

- - - Pub - - -

Specialized Recolha em Loja

A DGS explicou à Lusa que “os atletas serão monitorizados pela equipa médica do clube por forma a garantir a deteção precoce de qualquer sintoma sugestivo de covid-19”. Caso existam casos suspeitos serão então “aplicados os procedimentos estabelecidos em Portugal”, não podendo o ciclista participar na Volta. A DGS disse ainda que “será realizado um teste antes do início da competição”. As equipas não podem ainda, por exemplo, ficar todas no mesmo hotel.

Quanto às formações estrangeiras, segundo o plano da federação, não serão obrigadas a cumprir uma quarentena, tendo de cumprir as “condições sanitárias” para participar na Volta entre 29 de julho e 9 de agosto. No entanto, a DGS recordou que “o isolamento está previsto em Portugal para qualquer caso ou contacto próximo de um caso de covid-19”.

Há cerca de uma semana, vários responsáveis do ciclismo nacional haviam assinado um manifesto a apelar o recomeço das competições, salientando que “a retoma da actividade é essencial para as equipas darem o retorno aos patrocinadores que garante o financiamento das estruturas profissionais e os postos de trabalho dos ciclistas portugueses”.

Devido à interrupção de todas as competições por causa da pandemia, várias corridas foram canceladas, entre elas a Clássica da Arrábida, Volta ao Alentejo e Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela, três provas com categoria internacional. Pouco depois de se conhecer a decisão da DGS, a federação anunciou as primeiras corridas (o calendário não está fechado), que vão ajudar os ciclistas a preparar a Volta. A primeira será um contrarrelógio em Anadia. Já os Nacionais estão agendados para os dias 21, 22 e 23 de agosto, em Paredes.

Calendário:

5 de julho: Prova de Reabertura – Taça de Portugal Jogos Santa Casa (contrarrelógio individual), CAR Anadia
11 e 12 de julho: Challenge Memorial Bruno Neves (duas provas de um dia), Oliveira de Azeméis
18 a 20 de julho: Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho
29 de julho a 9 de agosto: Volta a Portugal
21 a 23 de agosto: Campeonato Nacional de Estrada, Paredes

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.