Alejandro Valverde conquistou a primeira vitória em 18 meses no Grande Prémio Miguel Indurain, com um ataque irresistível na subida final de Ibarra, somando o seu terceiro triunfo na prova navarra.

PUB
Orbea Genius Dealers

O corredor da Movistar, de 40 anos de idade, bateu a dupla da Astana Alexey Lutsenko e Luis Leon Sanchez nas íngremes rampas de Ibarra (600 metros a 11 por cento) desceu com segurança até à meta, cortando-a com 5 segundos de vantagem sobre o russo.

Valverde, vencedor de mais de 100 corridas na sua carreira, não levantava os braços desde a Vuelta a Espanha de 2019. “Esta vitória é para todos os que me apoiaram. Estou muito feliz”, disse o veterano ciclista espanhol.

“Obrigado à equipa. Foi complicado, mas tentámos controlar a corrida desde o início e conseguimos sair com a vitória. A Astana era uma das equipas mais fortes, sabíamos disso”, disse Valverde. Obviamente, estava preocupado no final. Os dois [Lutsenko e Leon Sanchez] são muito fortes e sabia que seria complicado. Felizmente consegui fazer aquele ataque final”, afirmou Valverde.

Também vais gostar destes!