Francisco Pereira (ABTF Betão/Feirense) venceu a segunda etapa do Grande Prémio Douro Internacional, com 147,2 quilómetros, que, no entanto, foi neutralizada a cerca de 20 quilómetros do fim, devido às condições meteorológicas adversas.

PUB
Specialized Levo

Por esse motivo, os tempos não foram contabilizados, permitindo que Francisco Peñuela (Rádio Popular-Paredes-Boavista) continue a envergar a camisola amarela, com que sairá para a última etapa, no domingo.

Ao fim de 91 quilómetros, quando sete fugitivos seguiam com 4.30 minutos de vantagem, a corrida foi neutralizada no Prémio de Montanha do Alto de Cavalo por questões de segurança.

Devido às condições meteorológicas adversas, que fizeram com que a descida se tornasse demasiado escorregadia, a organização optou por fazer a descida a ritmo controlado, retomando depois a prova ao quilómetro 105, com os tempos de fuga inalterados.

Mais de meia hora volvida e já depois da descida em marcha lenta, os ciclistas retomaram à estrada. No entanto, apenas os sete fugitivos disputaram a vitória na etapa entre si nos últimos 20 quilómetros, enquanto o pelotão seguiu neutralizado até ao final da etapa.

Após várias movimentações, Francisco Pereira escapou aos colegas de fuga numa fase suave da subida, a cerca de cinco quilómetros da chegada, e só parou depois de cruzar a meta. Gaspar Gonçalves e Jorge Galvez, ambos a 16 segundos, completaram o pódio por esta ordem.

Consequentemente, os tempos da etapa não contaram para a classificação geral individual, mantendo-se Francisco Peñuela (Rádio Popular-Paredes-Boavista) de amarelo.

PUB
Beeq

A etapa rainha está reservada para este domingo e pode ser decisiva, com três exigentes contagens de montanha ao longo dos 129,6 quilómetros que vão ligar Tabuaço (12h) a Armamar (15h19). Apesar de ser a etapa mais curta, a montanha de primeira categoria na Desejosa e a de segunda na Vila de Fontelo são desafios duros e antecedem mais um final em subida – 6,75 quilómetros com inclinação média de 6,9% e pontos que superam os 13% -, com novo prémio de montanha de primeira categoria na meta.


Crédito da imagem: Federação Portuguesa de Ciclismo

 

Também vais gostar destes!