Chris Froome não correrá a Vuelta a Espanha desde ano, concentrando-se em corridas por etapas de menor duração e eventos de um dia.

PUB
Selle SMP

O corredor britânico, duas vezes vencedor da Vuelta, tinha considerado participar na prova espanhola após o Tour de França, com o objetivo de continuar a acumular ritmo competitivo, tendo em vista uma preparação antecipada da temporada de 2022.

O calendário de Froome até ao final da corrente época ainda não foi anunciado, mas segundo o Cyclingnews deverá passar pela Volta à Alemanha e o Giro da Lombardia, que poderá ser a última corrida do ciclista da Israel Start-Up Nation esta temporada.

Em 2021, Froome esteve em competição de forma consistente, participando em seis provas, incluindo o Tour de França, classificando-se num modesto 133.º lugar.

O motivo de o britânico não estar na Vuelta tem a ver, em parte, com o facto de não ter conseguido treinar convenientemente desde o Tour, ao ser forçado a interromper o programa de preparação pela necessidade de submeter-se a exames médicos para determinar e depois monitorizar os problemas intestinais que o afetavam desde a corrida francesa, que já foram ultrapassados.

PUB
Selle SMP

Também vais gostar destes!