Alex Dowsett não conseguiu bater o Recorde de Hora da UCI, no Velódromo de Aguascalientes, no México, na última quarta-feira. O corredor britânico, que em 2015 deteve a melhor marca durante 35 dias, fez 54,555 km ao longo de uma hora. mas nunca esteve em condições de ameaçar o recorde de Victor Campenaerts, de 55,089 km.

PUB
Beeq

O ciclista de 33 anos começou bem, com um ritmo alto nas primeiras voltas, mas após 14 km já está a mais de dois segundos abaixo do ritmo para o recorde, com a desvantagem a acentuar-se, de forma constante, na segunda meia hora.

Dowsett, que utilizou este evento para fins solidários, angariando fundos para caridade, estava no México desde o início da semana para se aclimatar com as condições de altitude (1900 metros) e mostrou-se confiante nas suas possibilidades nos dias que antecederam a prova.

No entanto, após 40 minutos a rodar na pista, a diferença começou a aumentar. Aos 45 km, Dowsett, já estava 18 segundos abaixo do ritmo. Na marca dos 48 km, hexacampeão de contrarrelógio britânico, que teve a família a encorajá-lo no velódromo, chegou a erguer-se da posição aerodinâmica durante alguns instantes por se sentir cada vez mais desconfortável com o esforço.

“Eu tinha três objetivos: o primeiro era bater o recorde, claro, e nesse falhei. Quero aproveitar a oportunidade para reforçar a homenagem a Victor [Campenaerts] e a Dan Bingham, porque havia um recorde mundial e um britânico em disputa hoje”, disse Dowsett após a sua cavalgada de uma hora na Factor Hanzo.

PUB
Giant TCR 2024

Dowsett ultrapassou a marca de Bradley Wiggins de 2015, de 54.526 km, mas não superou o novo recorde britânico de Bingham, estabelecido em outubro último, de 54.723 km.

“Mas esta tentativa foi um sucesso, porque as outras duas metas eram ver até onde poderia chegar no meu esforço e 54,555 km é o máximo”, reconheceu Dowsett. “Não teria sido possível sem a minha mulher Chanel, o meu treinador Michael, minha equipa, a minha família e todos os que acreditaram em mim. Eu acreditei em mim”.

“Mas a conquista mais importante foi o contributo que demos à cauda da hemofilia [Alex Dowsett é hemofílico]. A mensagem primordial para os jovens hemofílicos, para qualquer pessoa com hemofilia ou com uma doença rara, qualquer pessoa que enfrente qualquer tipo de adversidade, basta tentar, porque o maior fracasso, hoje, seria não ter estado aqui”, declarou Dowsett.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

A página Just Giving de Dowsett está a aceitar doações para a Haemophilia Society.

Também vais gostar destes!