Líder da classificação geral antes da 6ª etapa do Critério do Dauphiné, na sexta-feira, Remco Evenepoel perdeu a camisola amarela no final da jornada. O belga da Soudal Quick-Step cedeu mais de 42 segundos ao vencedor Primoz Roglic (BORA-hansgrohe), que é o novo líder da corrida francesa.

PUB
Giant TCR 2024

O ritmo no Collet d’Allevard (11,1 km com média de 8,1%), a última subida do dia, foi demasiado forte para Evenepoel, que, no entanto, disse que esperava não conseguir acompanhar os melhores.

“Sinto um pouco de dor, mas isso não afetou o meu desempenho”, disse Remco Evenepoel após a etapa. “O meu joelho não me impediu de ter um bom dia, só tive dificuldades com a minha forma física. Mas é por isso que estou aqui, estou lutando a cada passo e a tentar sofrer o mínimo possível. O objetivo desta semana é melhorar a forma. Sou do tipo que consegue dar mais nas corridas do que nos treinos e quero terminar este Dauphiné com muito esforço, com boas sensações. Atualmente Primoz (Roglic) é melhor que eu.”

PUB
Specialized Levo

Evenepoel detalha o seu rendimento na montanha. “Creio que o maior problema, é que posso andar depressa por muito tempo, mas quando estou no limite chego a um ponto em que tenho dificuldade. Agora procuro andar num ritmo muito alto e ao limite repetidas vezes para estar pronto para o Tour. Consegui acelerar um pouco no final e isso deixa-me satisfeito. Terei de lutar nos próximos dias”, concluiu.


Créditos da imagem: Remco Evenepoel Twitter – https://x.com/EvenepoelRemco/status/1799127232448962924/photo/1

Também vais gostar destes!