O ciclismo britânico vem em auxílio de Mark Cavendish. Após a não renovação do contrato com a Quick-Step Alpha Vinyl, o velocista, que parecia estar no caminho certo para ingressar na B&B Hotels-KTM, acaba por ter de  continuar à procura de equipa e de contrato na sequência da grave crise que afeta a formação francesa.

PUB
Nova Mondraker Dune

No entanto, o inglês Richard Pascoe, diretor geral da equipa Continental Saint Piran, do mesmo país, disse à Cycling Weekly que está pronto para receber por prazo determinado Mark Cavendish. O objetivo seria dar ao sprinter inglês a oportunidade de competir e mostrar que está em plena posse das suas capacidades, eventualmente conseguindo com isso um vínculo a uma equipa do WorldTour.

“Obviamente, ficaria lisonjeado se ele [Cavendish] viesse correr connosco. Sei que não é fácil, porque Mark é obviamente um corredor de nível mundial. Mas se não houver opções e ele queira só correr… pode começar connosco em 28 de fevereiro e uma equipa do WorldTour ainda poderia contratá-lo em 30 de maio”, afirmou Ricci Pascoe.

Esta notícia surge alguns dias depois de a VeloNews ter avançado que Cavendish poderia estar perto de regressar à INEOS Grenadiers. Recorde-se que o corredor da Ilha de Man passou pela formação britânica em 2012, então Team Sky. Contudo, os dirigentes recusaram-se a “comentar publicamente” o que consideram ser um “boato”.

Foto: Facebook Mark Cavendish

Também vais quer ler…

O agradecimento emocionado da Quick-Step Alpha Vinyl a Mark Cavendish [com vídeo]

PUB
Prototype

Também vais gostar destes!