As reações à instalação de uma variante à entrada do célebre Troué de Arenberg na próxima edição da Paris-Roubaix, este domingo, para reduzir a velocidade de passagem nesse setor de pavé do monumento, têm sido divergentes.

PUB
TrekFest 2024

O vencedor da prova no ano passado e principal favorito ao triunfo em 2024, Mathieu van der Poel, é um dos (poucos) críticos, tendo respondido com uma pergunta… “Isto é uma piada?”. O campeão do mundo escreveu nas suas redes sociais em que republicou um vídeo a mostrar a alteração ao trajeto dos corredores.

No entanto, há mais corredores favoráveis do que contra a medida da organização da Paris-Roubeix. Um deles é Matteo Jorgenson (Visma-Lease a Bike), que não partilha o desagrado de Van der Poel e recorre-se também das redes sociais para passar uma mensagem cáustica, ilustrada com uma imagem de corredor caído na berma do setor de Arenberg com o rosto ensanguentado, uma das muitas vítimas da perigosidade do troço.

 

PUB
KTM E-Bikes BTT

“É isto que os fãs querem ver? Ciclistas completamente cobertos de sangue depois de deslizar de cara a 80 km/h sobre pedras aguçadas numa floresta?”, pergunta Jorgenson numa publicação na sua conta X (ex-Twitter). “Prefiro um par de curvas e uns tipos a deslizar pelo asfalto a qualquer dia…”, escreve o norte-americano, de 24 anos, vencedor da Paris-Nice e mais recentemente da Através da Flandres.


Também vais gostar destes!