Mads Pedersen venceu, ao sprint, a primeira etapa do Critério do Dauphiné, conquistando a camisola amarela da corrida francesa que marca o regresso à competição de dois dos principais candidatos ao triunfo na Volta a França, o esloveno Primoz Roglic (BORA-hansgrohe) e o belga Remco Evenepoel (Soudal-QuickStep), após a queda grave que sofreram em abril, na Volta ao País Basco, que chegaram integrados no pelotão.

PUB
Giant TCR 2024

O dinamarquês da Lidl-Trek concluiu os 172,5 quilómetros com partida e chegada em Saint-Pourçain-sur-Sioule, impondo-se sobre a meta o irlandês Sam Bennett (Decathlon-AG2R La Mondiale), segundo, e o francês Hugo Page (Intermarché-Wanty), terceiro.

“Acho que já disse isso muitas vezes, mas adoro correr na França, sejam corridas pequenas ou grandes, é sempre bem organizado, por isso é bom continuar a vencer”, disse Pedersen depois da vitória.

PUB
Giant TCR 2024

“O dia não foi fácil. A minha equipa fez um trabalho incrível, foi quase perfeito, e isso dá-ma mais confiança. Amanhã [segunda-feira] será difícil, vamos controlar, respeitar a camisola e também ter um ou dois elementos a lutar pela classificação geral”, acrescentou Mads Pedersen.

PUB
KTM E-Bikes BTT

Campeão do mundo de fundo em 2019, de 28 anos, Pedersen somou a oitava vitória em 2024. O nórdico, que foi terceiro na Paris-Roubaix, em abril, tem quatro segundos de vantagem para Bennett na classificação geral, e seis para Page, com os favoritos à vitória final todos a 10 segundos.

Na segunda-feira, a segunda etapa tem 142 quilómetros, entre Gannat e o Col de la Loge, na primeira de cinco chegadas em alto na prova que serve de antecâmara ao Tour.


Créditos da imagem: Dauphiné Twitter – https://x.com/dauphine/status/1797291730334581116/photo/1

Também vais gostar destes!