Regresso à pista para um momento há muito aguardado. Filippo Ganna vai atacar o Recorde da Hora este sábado e claro que terá uma bicicleta que apelidá-la de especial parece faz jus para a descrever! A Pinarello não quis deixar nenhum pormenor de fora e procurou equipar o italiano com “a bicicleta mais rápida de contrarrelógio para a pista”.

PUB
Giant TCR 2024

A Bolide F HR 3D quer juntar o melhor da performance aerodinâmica à transmissão da força, como salienta a marca italiana, sem esquecer o conforto.

A Pinarello trabalhou com Ganna para que esta bicicleta ficasse adaptada à “anatomia única” do ciclista, como refere a Pinarello, de forma a “maximizar o conforto e a performance aerodinâmica”. O conforto é visto como algo essencial, tendo em conta que Ganna terá de estar uma hora na mesma posição e a conseguir manter a maior cadência e força possível para bater a marca.

A distância a bater é de 55.548 quilómetros, estabelecida por Dan Bigham em agosto, no que foi uma espécie de teste a certos pormenores, já a pensar na tentativa de Ganna. Tal como Bigham, o italiano vai pedalar no Tissot Velodrome, em Grenchen, na Suíça.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

A grande novidade está na primeira vez de um quadro 3D a ser utilizado no fabrico da Bolide F HR 3D. Tal nunca foi feito para uma bicicleta destinada a tentar bater o Recorde da Hora. E vai cumprir com um dos pontos regulamentos: estará disponível ao público, mediante pedido expresso. Só assim será construída.

A Pinarello explica que o 3D permitiu “introduzir novas formas e especificações que eram impossíveis replicar com as existentes técnicas de fibra de carbono”. A marca refere que recorrendo ao 3D foi possível criar uma nova forma do tubo superior, assim como atingir níveis únicos de aerodinamismo e de rigidez.

Outro pormenor importante, é que ao apostar no 3D, o fabrico foi mais rápido, do que se fosse preciso esperar por um quadro em carbono.

Federico Sbrissa, Chief Marketing Officer da Pinarello, acredita que este método irá revolucionar a forma de fabricar bicicletas, podendo adaptá-las a qualquer ciclista, seja profissional ou não.

PUB
Giant TCR 2024

Um dos pormenores destacados é como o cachalote inspirou do tubo traseiro do quadro e do espigão. A questão está na passagem de ar que, dado o movimento de perna do ciclista a pedalar, nunca é contínuo. Ora inspirando-se na forma como esta baleia nada e na sua anatomia, esta parte da bicicleta não é lisa. Os pequenos sulcos, digamos assim, irão permitir uma maior aerodinâmica, segundo a Pinarello.

Após uma atualização do regulamento da UCI, a Pinarello aproveitou para que os locais de encaixe das rodas sejam agora mais estreios. Quase não passa nada entre a roda e o quadro, o que também melhorar a performance da máquina.

Estamos a falar de 120 mm para 89 mm atrás e de 100 para 69 à frente.

A forqueta e o encaixe do selim sofreram poucas modificações. São mais estreitos o que permitiu baixar o peso da bicicleta.

PUB
Orbea Genius Dealers

A criação de uma bicicleta como esta e que testada por Bigham teve tão bom resultado – não esquecer que nem é ciclista profissional para está ligado à INEOS Grenadiers como performance engineer – que a expectativa para a exibição de Ganna é enorme.

Apesar deste ano não ter ganho os Mundiais de contrarrelógio, o italiano continua a ser um dos melhores especialistas de sempre, somando títulos na pista, antes de assinar pela INEOS Grenadiers e apostar definitivamente na estrada.

Dia 8 é o mais esperado por todos os que acreditam que Ganna poderá elevar o Recorde da Hora a uma marca história e difícil de bater nos tempos mais próximos.

Mais informações:

www.pinarello.com

Também vais querer ler…

‘Cairemos da cadeira quando Ganna tentar o Recorde da Hora’

Fotografias: Pinarello

 

Também vais gostar destes!