Caleb Ewan foi o primeiro a reagir quando Fernando Gaviria (UAE Emirates) tentou surpreender os adversários antecipando o sprint, abrindo uma pequena distância, e isso valeu ao australiano uma vantagem substancial na aproximação à linha de meta, quando o colombiano perdeu as forças, pagando o esforço madrugador.

PUB
Selle SMP

Ewan provou, mais uma vez, que é o mais rápido no Giro este ano, e sua vitória proporcionou à Lotto Soudal a 30.ª vitória em etapas na corrida italiana. Foi mais um esforço meritório do coletivo belga, que manteve o seu velocista na frente num troço final muito técnico, mas em que a sua enorme capacidade de explosão se revelou imparável pela segunda vez numa semana.

“Tive todos os meus rapazes a meu dispor desde muito longe na preparação do sprint, porque houve alguns pontos nos últimos 10 km que realmente precisávamos estar na frente para não ter de travar”, disse Ewan após a etapa.

“O ponto mais importante, para mim, foi o início da subida [um pequeno topo íngreme muito perto da meta], porque se a fizéssemos bem pouparia muita energia. Foi uma finalização super difícil de qualquer maneira», reconheceu o corredor da Lotto Soudal.

PUB
Novidades Trek 2024

Não houve alterações entre os candidatos à vitória no Giro, incluindo os corredores portugueses.

Também vais gostar destes!