A marca Van Rysel, pertencente à empresa mãe Decathlon, tem vindo a apresentar recentemente as suas novas bicicletas de estrada. E, assim como a bem recebida Van Rysel FCR (modelo aerodinâmico), esta opção mais polivalente oferece quatro versões todas elas muito bem equipadas e a preços competitivos. Eis a nova Van Rysel RCR.

PUB
Specialized Levo

A Van Rysel é a linha de topo da Decatlhon no que toca ao equipamento de ciclismo, mas nos últimos anos os desenvolvimentos têm sido enormes e a fugir à norma do fabricante, alterando por completo o “significado” de ter uma bicicleta da Decatlhon… E relembramos que as bicicletas da marca vão estar à prova para o ano no World Tour com a equipa AG2R…

A RCR divide-se na RCR “normal” e modelo Pro. As principais diferenças estão nas camadas de carbono e nas zonas onde estas são aplicadas. Por exemplo, na RCR Pro existem partes do quadro que são reforçadas com “fibras excecionais que permitem reforçar a rigidez do quadro nas zonas mais solicitadas, poupado um pouco de peso”, explica a marca.

Esta aerolight assume-se como uma bicicleta versátil em todo o tipo de terrenos, diz a marca, e o desempenho foi a principal prioridade: “cada secção de tubo foi calculada para ser a mais eficaz possível nos principais ângulos de vento:-15°/+15°”, diz a Decatlhon em comunicado.

Atentemos agora nas várias versões da Van Rysel RCR, na qual constam duas opções Pro:

PUB
Specialized Levo

RCR Rival AXS – 4.199 euros

Começamos pela versão com o grupo de transmissão da Sram, o Sram Rival Etap AXS de 12 velocidades, que está associado ao medidor de potência Quarq. Conta com discos de 160 mm em ambas as rodas, que são as  Zipp 303s com 45 mm de perfil envoltas nos pneus Michelin Power Cup em 28 mm.

O quadro da RCR pesa 830 gramas no tamanho M e a forqueta 380 gramas. O cockpit é constituído por um avanço fruto de uma parceria entre a Van Rysel e Dedda, o Superbox Evo, ligado ao guiador Dedda Superzero RS em carbono. O peso anunciado do conjunto é de 7,6 kg (tamanho M).

RCR Force AXS Carbono Bruto – 4.200 euros

Muito semelhante à anterior, esta versão destaca-se principalmente pelo grupo de transmissão, que aqui é o Sram Force AXS de 12 velocidades, e também pelo par de rodas Zipp 404 Firecrest.

PUB
Garmin

De resto todos os componentes se mantém inalterados face à sua “irmã” Rival AXS e o peso anunciado do conjunto é de 7,7 kg (tamanho M).

RCR Pro Shimano Ultagra Di2 – 5.500 euros

Aqui entramos nos modelos Pro, que, apesar do mesmo tipo de carbono, recebem um reforço com fibras especiais em zonas do quadro que precisam de ser mais rígidas, garante a marca. O peso do quadro baixa para os 790 gramas…

Os periféricos mantém-se iguais às versões anteriores, as diferenças são o grupo de transmissão, neste caso o Shimano Ultegra Di2 de 12 velocidades, que está associado a um medidor de potência Stages. Os discos de travão são de 140 atrás e 160 mm à frente.

As rodas são também do fabricante japonês, são as Shimano Ultegra 8170, que “brilham” pela sua polivalência, referem. Nesta versão o peso é de 7,2 kg (tamanho M).

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

RCR Pro Red eTap AXS Power – 8.499 euros

Agora sim, a verdadeira “cereja no topo de bolo” da Decatlhon: a Van Rysel RCR Pro Red Etap AXS Power. Como o nome indica, a transmissão é a Sram Red Etapa AXS de 12 velocidades, e equipa ainda com o medidor de potência Quarq.

As rodas são as Zipp 404 SW, que acomodam pneus Michelin Power Cup de 28 mm de largura. Apesar dos periféricos se manterem iguais, esta versão já atinge valores abaixo dos 7 kg, com a Decatlhon a anunciar 6,9 kg para a RCR Pro com Sram Red Etap AXS.

Mais info:

Lê também:

Van Rysel FCR: mais um passo na direção certa?

Imagens: Decathlon

Também vais gostar destes!