O fabricante italiano Bianchi responsabilizou a equipa Arkéa B&B Hotels pelas anomalias em algumas bicicletas durante da Paris-Roubaix, reportadas pelo francês Florian Sénéchal.

PUB
Beeq

“A forqueta e o avanço estavam a começar a ceder. Havia ruídos no carbono e a bicicleta parecia uma folha de cartão. Assustei-me e parei para mudar de bicicleta, mas mais três bicicletas tiveram o mesmo problema” contou o francês ao Cyclism’Actu após o monumento. “No Carrefour de l’Arbre, o guiador da minha segunda bicicleta soltou-se. Penso que temos um problema técnico com a nossa bicicleta e vamos ter de o analisar. É aborrecido estar sempre a ter problemas”, afirmou então o corredor da Arkea.

A Bianchi, fornecedor de bicicletas à formação francesa, vem agora dizer de sua justiça. “Após discussões entre a Bianchi e o pessoal técnico da equipa, verificou-se que as instruções específicas fornecidas pela nossa empresa para a montagem do guiador das bicicletas foram desrespeitadas em alguns casos, causando disparidades no manuseamento das bicicletas em competição”, afirma o fabricante transalpino.

“Com referência específica às exigências das corridas em pavé – e em particular na Paris-Roubaix, uma das corridas mais exigentes para as bicicletas e seus componentes – a equipa Arkéa B&B Hotels realizou vários testes que validaram a utilização dos modelos Bianchi Specialissima RC e Oltre RC”, conclui Bianchi.

“A Bianchi reitera o seu apoio à Arkéa B&B Hotels com uma renovada positividade, olhando para os próximos eventos importantes da temporada com o objetivo de obter mais vitórias e consolidar a posição no top 10 do ranking UCI World Tour.”, conclui a empresa.


Créditos da imagem: Bianchi Twitter – https://twitter.com/BianchiOfficial/status/1767596419274146144/photo/1

PUB
Nova Trek Supercaliber

Também vais gostar destes!