Aerodinâmica, mas com caraterísticas que lhe permitem ser uma bicicleta para qualquer tipo de terreno. Ou seja, aposte-se na velocidade, o procure-se a mais desafiante subida, já para não falar de um simples desfrutar de umas pedaladas, a BH G8 Disc apresenta-se como uma opção a ter em conta.

- - - Pub - - -

Polisport T500

Com um quadro de apenas de 920 gramas, a marca espanhola destaca a integração total dos travões de disco na estrutura desse quadro. Tal irá permitir descer mais rápido e de forma mais “segura que nunca”, garante a BH. “E com um passo de roda para pneus de 700×28, permite enfrentar as estradas mais agressivas que possa imaginar”, salienta.

A Burgos-BH, do escalão ProTeam, já mostra estas bicicletas em ação

Ainda relativamente ao quadro, a BH explica como o uso da “tecnologia HCIM (Hollow Core Internal Molding)” e a “longa tradição no fabrico de quadros de carbono ultra-light” desta marca, permitiu criar um que junta as linhas aerodinâmicas analisadas no túnel de vento, com um baixo peso. “As linhas do quadro foram otimizadas para permitir uma melhor penetração do ar e um maior coeficiente aerodinâmico.”

Os travões de disco

A BH G8 Disc recebeu ainda um reforço para suportar as forças adicionais que são produzidas pelos travões de disco. “Com um suporte ‘Flat Mount’ e escoras assimétricas, a nova potência de travagem alia-se à excelente rigidez do quadro e da forqueta para oferecer a travagem mais segura em toda a história da família Global Concept”, explica.

“A incorporação de um travão de disco de 160 mm na parte dianteira e 140mm na parte traseira, com tecnologia Flat Mount, fez toda a diferença na melhoria da penetração do ar e no aumento da aerodinâmica. O eixo Thru Axle de 12 mm proporciona a medida ideal para uma maior rigidez e segurança. Além disso, otimiza a posição do travão de disco”, acrescenta.

Mais pormenores

Com os cabos totalmente invisíveis, a aerodinâmica desta bicicleta sai ainda mais reforçada. Os cabos passam pelo interior do guiador – desta forma impulsionam a potência – e pelo interior do quadro.

A BH G8 Disc tem ainda o sistema de integração da bateria Di2, patenteado pela própria BH. “Os eixos passantes, cuja abertura não necessita de ferramentas, e a total integração do fecho do selim no quadro são outros dos detalhes que se destacam”, diz a marca.

No que diz respeito ao selim, o fecho dispõe de uma braçadeira de aperto duplo, que está encaixada na linha do quadro.

Apesar de ser descrita como uma bicicleta para se desfrutar da velocidade, há então caraterísticas que fazem da BH G8 Disc também uma escolha para quem apostas nas subidas.

LÊ TAMBÉM:  A evolução da BH Ultralight EVO

“O tubo de direção elevado e um triângulo traseiro curto coloca o centro de gravidade mais baixo e permite uma manobrabilidade ótima. As escoras mais finas, curtas e assimétricas, e o design do travão traseiro, permitem-nos obter uma parte traseira mais sensível e rígida que melhora o desempenho de pedalada nas subidas”, assegura a BH.

Os preços

Há quatro modelos disponíveis. Os preços começam nos 5499,90 euros na G8 Disc 6.0, subindo para 6299,90 na versão 6.5. A 7.0 custa 8999,90 euros e a topo de gama é a 7.5, que chega aos 11.999, 90 euros.

Mais informações sobre os modelos:

Personaliza a tua BH

Os quatro modelos estão disponíveis em cinco conjugação de cores. Porém, a G8 está disponível para ser personalizada ao gosto de cada um. Graças ao programa BH Unique é possível ter uma bicicleta única.

Há ainda diferentes opções de personalização de componentes ou ainda a possibilidade de adicionar o nome no quadro. “Além disso, a linha de decorações de série aumentou para cinco acabamentos diferentes”, diz a marca.

Mais informações neste link.

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.