É agora ou nunca. Remco Evenepoel está a uma etapa de montanha de ganhar a sua primeira volta e terminar de uma vez por todas com as dúvidas sobre a sua capacidade para as corridas de três semanas. Aqui e ali vai falando de quanto seria bom chegar a Madrid de vermelho, mas sabe que nada está ganho e que Enric Mas não o vai deixar tranquilo até à meta.

PUB
KTM

Este sábado – Moralzarzal-Puerto de Navacerrada (181 quilómetros) – tudo ficará decidido nas subidas já com Madrid não muito longe. Já se sabe que a derradeira, este domingo, será de consagração na capital espanhola.

Tim de Waele/Getty Images/Quick-Step Alpha Vinyl

 

Serão cinco subidas, três de primeira categoria e mais abaixo poderás ver as altimetrias ao pormenor.

Enric Mas (Movistar) prometeu que iria “apertar” com Evenepoel até ao fim. O belga prometeu que ficaria na sua roda e controlar o rival.

Poderá não ser um dia muito fácil para Evenepoel. Será preciso máxima atenção. Há muito interesses pelos restantes lugares no top dez e esses tanto podem jogar a favor do belga, como podem baralhar as coisas e obrigar a Quick-Step Alpha Vinyl a trabalho extra para manter o seu líder bem colocado e longe de percalços.

PUB
TrekFest 2024

A diferença

São 2:07 minutos que separam Evenepoel do segundo classificado, Enric Mas. Na quinta-feira, o espanhol bem tentou atacar o belga, mas acabou por ver o rival ganhar-lhe uns segundos ao vencer a etapa.

Tim de Waele/Getty Images/Quick-Step Alpha Vinyl

A missão não se apresenta fácil e será preciso uma Movistar de luxo para ajudar o seu líder que, até agora, tem demonstrado estar numa das melhores formas que já o vimos. O único problema é que Evenepoel está ainda melhor.

Numa etapa que começa logo a subir (ver altimetria em baixo) será interessante ver como irá jogar Enric Mas e a Movistar.

As outras lutas

Juan Ayuso (UAE Team Emirates) está perto de alcançar um excelente resultado: na sua primeira grande volta, aos 19 anos, pode terminar no pódio.

PUB
Cube Stereo ONE

Foto: Astana Qazaqstan

Tem 5:14 minutos de desvantagem para Evenepoel, pelo que o espanhol olha mais para quem vem atrás. Miguel Ángel López (Astana Qazaqstan) está a 42 segundos de Ayuso e é dos ciclistas que parece surgir melhor fisicamente nesta terceira semana.

Carlos Rodríguez (INEOS Grenadiers), outro jovem espanhol em estreia nas grandes voltas, também gostaria de ter mais ambição neste último dia de montanha. Porém, faltará saber como se sentirá depois da queda de quinta-feira.

Foto: Charly López/Unipublic

O quinto lugar está longe de estar seguro. Porquê? João Almeida mostra novamente que consegue acabar bem as grandes voltas. São 25 segundos a separá-lo de Rodíguez e um ataque que resulte do português poderá dar também novamente dores de cabeça à Astana. 1:18 minuto é a diferença de Almeida para López.

Foto: Sprint Cycling Agency/UAE Team Emirates

A tentiva de subir posições no top dez, ou de entrar nele, poderá tornar complicado controlar a etapa. O percurso proporciona várias oportunidades para os ciclistas mexerem na corrida e depois será fazer contas aos interesses de cada um.

A etapa

PUB
Cube Stereo ONE

Serão três primeiras categorias e duas segundas. As de primeira são idênticas na sua dificuldade.

Puerto de Navacerrada

Puerto de la Morcuera

 

Puerto de Cotos

 

 

Classificações completas:

Fotografia principal: Tim de Waele/Getty Images/Quick-Step Alpha Vinyl

Também vais querer ler…

Confirmado: Alaphilippe apto a defender título mundial

Também vais gostar destes!