Ana Santos foi 11.ª classificada na corrida sub-23 de ‘cross country’ olímpico (XCO) da Taça do Mundo, disputada em Araxá, Minas Gerais, no Brasil.

PUB
Specialized Levo

Depois de ter sido quarta na sexta-feira na prova de ‘cross country’ curto (XCC), a corredora portuguesa partiu este domingo da linha da frente e esteve na discussão do top 10, até ser vítima de dois percalços na parte final.

Ana Santos, que chegou a pedalar na sétima posição, partiu um raio de uma das rodas e, por fim, já na entrada para a reta da meta e na discussão do 10.º lugar, sofreu uma queda, cortando a meta na 11.ª posição, a 3.07 minutos da vencedora Kira Böhm.

A alemã impôs-se com 12 segundos de vantagem sobre a canadiana Emilly Johnston, segunda, e 36 segundos face à italiana Valentina Corvi, terceira.

“A principal ilação que tirámos desta corrida é que a Ana Santos tem estado em crescendo, num nível muito alto. Foi belíssima jornada para ela aqui no Brasil. Os objetivos foram completamente atingidos”, considera o selecionador nacional, Pedro Vigário.

João Cruz disputou a prova masculina de sub-23, representando a equipa AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, concluindo a corrida no 38.º lugar, na volta do vencedor, a 7.02 m do norte-americano Riley Amos, que ganhou em solitário.


Créditos da imagem: Federação Portuguesa de Ciclismo

PUB
Nova Trek Supercaliber

Também vais gostar destes!