A nove quilómetros do final da terceira etapa da Volta a Portugal, no ponto mais alto de Portugal Continental, a Torre, Alejandro Marque (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel) lançou-se ao ataque e, sem resposta dos adversários num grupo de favoritos, seguiu isolado até à meta isolado.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

 

O espanhol impôs-se com mais de 1 minuto de vantagem sobre Maurício Moreira (Efapel), que foi segundo, e Abner González (Movistar), terceiro. Estes dois corredores, ocupam o sétimo e quinto lugares da geral, respetivamente, após terem sido penalizados por abastecimento irregular.

No grupo perseguidor, os ataques por parte da W52-FC Porto pareciam não ter fim, mas Maurício Moreira e Gustavo Veloso (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel) tiveram a capacidade de os neutralizar a todos.

Na classificação geral, dadas as penalizações, Veloso ocupa o segundo lugar, a 1m09s do colega de equipa, Alejandro Marque, e Joni Brandão (W52-FC Porto) está em terceiro, a 1m26s.

A etapa deste sábado arrancou da Sertã, com destino ao Alto da Torre, na Serra da Estrela, num percurso de 170,3 quilómetros. A equipa Caja Rural-Seguros RGA não iniciou a jornada devido a dois casos positivos para a Covid-19, retirando-se da prova.

PUB
Giant TCR 2024

Também vais gostar destes!