Nas duas últimas edições do Giro de Itália, a EF Education-Nippo teve de abdicar do seu habitual camisola cor-de-rosa, em incompatibilidade com a ‘maglia rosa’ do líder da corrida. Ordens da organização da prova.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

Na edição de 2020, em colaboração com a Palace Skateboards, a equipa fez uma remodelação completa no equipamento: incluindo jersey e calções, capacetes e bicicletas. A edição limitada de camisolas tornou-se tão popular e com tanta procura que se podia encontrar à venda no eBay por dez vezes mais do que o seu preço original.

Sem surpresa, na abordagem ao Giro deste ano, o mundo do ciclismo aguardou ansiosamente pelo anúncio do novo equipamento da EF. Embora menos radical, o design não dececionou. Pelo contrário. O projeto, intitulado Euphoria, foi criado internamente pela Rapha, fabricante do vestuário da equipa, e simboliza ‘a celebração de pessoas de diferentes origens e nações unindo-se na procura de um objetivo comum’.

As bicicletas Cannondale também foram receberam novas cores e padrões. O modelo SuperSix Evo decorado ao estilo de ‘Euforia’, que aqui se apresenta com especificações para a etapa 11, que incluiu troços em terra batida da Strade Bianche. Trata-se da bicicleta do líder da EF Education-Nippo, Hugh Carthy, com pneus tubeless, guiador de alumínio, dropout reforçado, eixos passantes de abertura rápida e talvez o mais interessante, a ausência de medidor de potência.

PUB
Riese & Müller Multitinker

Todavia, Carthy correu sem medidor de potência em todas as etapas este Giro até ao momento, exceto no contrarrelógio. Enquanto a maioria dos corredores da equipa utilizam o Power2Max, Carthy prefere com o pedaleiro ultraleve SISL2 da Cannondale e os pratos Spidering SL 53/39 da marca norte-americana.

Carthy e a EF recorrem ao fiável grupo Shimano Dura-Ace Di2 R9170 de 11 velocidades, com travões de disco. As rodas são cortesia do patrocinador da equipa, Vision: as Metron 40 SL Disc para pneu e tubeless. Os pneus são os Corsa da Vittoria.

Como é comum em bicicletas de estrada com travões de disco, a bicicleta de Carthy usa eixos passantes de 12 mm, porém, para facilitar as trocas das rodas em caso de furo, dispõe de sistema de abertura/fecho rápido.

PUB
Nova Trek Supercaliber

Em todas as etapas, exceto da 11.ª do ‘sterrato’, Carthy optou por um guiador tradicional da FSA, o cockpit integrado Vision Metron 5D, no entanto, para maior garantia de resistência à quebra nas estradas de terra da Toscana, a escolha recaiu num modelo em alumínio, tal como o avanço: o convencional FSA Energy 99.

Também parece que Carthy está a testar um novo selim da Prologo, com um design que mais se assemelha aos modelos Nago e Zero da marca. Infelizmente, os detalhes são escassos.

Cannondale SuperSlice TT de Hugh Carthy: especificações

  • Quadro: Cannondale SuperSix Evo HiMod
  • Grupo: Shimano Dura-Ace R9170 Di2
  • Manetes: Shimano Dura-Ace Di2 mecânico
  • Travões: Shimano Dura-Ace Disco
  • Rodas: Metron 40 SL Disc pneu com câmara/TLR
  • Guiador: FSA Energy em alumínio
  • Avanço: FSA OS99 Carbon
  • Medidor de potência: n.d.
  • Pedais: Speedplay Aero
  • Selim: Saddle Prologo (novo modelo)
  • Pneus: Vittoria Corsa Control TLR
  • Computador: Garmin Edge 1030 Plus
  • Grades de bidão: Tacx Ciro
  • Bidões: Tacx personalizados

Também vais gostar destes!