A ‘nova’ Red Bull-BORA-hansgrohe apresentou-se com pompa e circunstância. Após tornar-se acionista maioritária da equipa alemã, com 51% do capital, a gigante austríaca das bebidas energéticas estreia-se no Tour, que começa no sábado em Florença.

PUB
Specialized Levo

Para a ocasião, a WorldTeam dirigida por Ralph Denk revelou sua nova camisola, tendo o preto como cor principal. Na frente do jersey, encontramos os dois parceiros principais, Red Bull e BORA-hangrohe, com o logotipo da RedBull em destaque. O mesmo nas costas e nos calções.

PUB
Nova Mondraker Dune

Durante a apresentação, o equipamento foi exibido nos oito corredores da equipa germânica que vão competir no Tour, incluindo obviamente Primoz Roglic, que será o líder da Red-Bull BORA-hansgrohe.

Ausente da edição do ano passado, o esloveno, vencedor de quatro grandes Voltas (Espanha em 2019, 2020 e 2021; e Itália em 2023) regressa à Grande Boucle com a ambição de conquistar a camisola amarela. Roglic, que ganhou o Critério do Dauphiné, terá ao seu lado o russo Aleksandr Vlasov e o australiano Jai Hindley, dois tenentes de altíssimo nível nas montanhas.

 

 

 

PUB
Garmin

 

O italiano Matteo Sobrero e o luxemburguês Bob Jungels também poderão ser bons gregários em todos os tipos de revelo, enquanto o austríaco Marco Haller, o alemão Nico Denz e o neerlandês Danny van Poppel estão mais para as planícies. Rápido, este último certamente terá a oportunidade de jogar sua cartada nas chegadas em pelotão.

A surpresa é a ausência do segundo classificado da última Volta a Itália, o colombiano Daniel Martinez, que estava apontado ao Tour.


Créditos da imagem: Red Bull-Bora-hansgrohe Twitter (Joerg Mitter) –  https://x.com/BORAhansgrohe/status/1805992044571074911/photo/1

PUB
KTM E-Bikes BTT

Também vais gostar destes!