Até pode parecer que é tudo muito democrático. Mas não. É o desporto no seu melhor e não com a mentalidade de ganhar a qualquer custo. Três etapas na NEOM Titan Desert Arábia Saudita, três vencedores. Faltava Haimar Zubeldia. E eis que a vitória sorriu ao espanhol na etapa rainha e a quarta mais longa da história da Titan World Series.

PUB
Schwalbe Pro One Tubeless

David Valero (Burgos Templo Cafés UCC) mantém a liderança, com o mesmo tempo de Zubeldia (Krypteia). Os dois têm seguido juntos praticamente todos os quilómetros já feitos da segunda edição da Titan Desert na Arábia Saudita. No primeiro dia Zubeldia não disputou o sprint. Desta feita foi Valero a retribuir o gesto.

E não se pense que é inédito nestas corridas. Basta recuar à Titan Desert Almería para ver como Konny Looser poderia ter ganho mais etapas, mas ficou satisfeito com uma e com a geral. Então, o próprio disse que é importante que todos estejam felizes e que tal pode ter influência durante aquela ou outras corridas.

Na Arábia Saudita o top 3 está certamente feliz. Já todos ganharam etapas. Mas Valero estará um pouco mais, afinal está apenas 76 quilómetros de uma vitória que dizia que não estava nos seus planos. É a sua estreia neste tipo de provas. É o número um mundial de XCO e medalha de bronze olímpica em Tóquio e está perto de mais um grande triunfo. Terá Zubeldia a tática perfeita para bater Valero?

A etapa

Com 1100 metros de acumulado e 139 quilómetros para percorrer, os atletas enfrentaram um pouco de tudo. Montanha, rochas, areia (não se estivesse no deserto), vento (pois claro – ainda não faltou à chamada um único dia)…

PUB
Specialized Levo

David Valero, Haimar Zubeldia, Julen Zubero, Josep Betalú e Roberto Bou voltaram a integrar o grupo que seguiu na frente. Mas seriam os dois primeiros a ganharam vantagem no segundo posto de hidratação. E trabalharam muito bem juntos até ao final.

Valero certamente beneficiou das virtudes de trepador de Zubeldia, que fizeram deste corredor um dos melhores da sua geração quando se mostrava na estrada. Aos 45 anos, no BTT, continua em grande forma. Aos 33, Valero está numa excelente fase da sua carreira e soube aliar-se ao compatriota para ficar em boa posição para conquistar a NEOM Titan Desert Arábia Saudita.

“Tinha muito respeito pela etapa de hoje. Foi muito entretida. Os primeiros 50 quilómetros foram lentos por causa do vento. Depois, entre as montanhas, parecia outra etapa, muito mais rápida”, explicou o vencedor do dia, Haimar Zubeldia.

O espanhol completou a distância em 5:55.46 horas, com Valero a cortar a meta com o mesmo tempo. Josep Betalú (KH7) foi terceiro, a seis minutos da dupla da frente.

PUB
Cube Stereo ONE

Porém, o vencedor da primeira edição da Titan na Arábia Saudita, ainda não conseguiu chegar ao pódio. O terceiro posto continua a pertencer a Julen Zubero (Krypteia), a 18 minutos de Valero. Tem 16 minutos de vantagem sobre Betalú para gerir, no último dia da prova, esta sexta-feira.

Ródenas só tem de cortar a meta para ganhar

Acabou por ser uma NEOM Titan Desert Arábia Saudita algo solitária Ariadna Ródenas (Kenzasport). Nova vitória de etapa por larga margem, com a única diferença a ser que Michaela Sekulova (SkodaWeLoveCycling) foi segunda classificada – cortou a meta quase meia hora depois de Ródenas -, em troca com Muriel Bouhet.

Isto significa que na classificação geral, a espanhola tem 1:19 hora de vantagem! Bouhet é segunda, seguida por Sekulova. Ródenas só tem de garantir que chega ao fim para celebrar a conquista de mais uma prova da Titan World Series.

“Ganhei Marrocos na minha estreia, mas creio que esta está à mesma altura. Fico arrepiada. É uma corrida muito especial, num lugar único e fico emocionada por poder ganhá-la”, afirmou a corredora.

Quarta e última etapa

Não se pode dizer que seja uma etapa de consagração apesar da curta distância e pouco acumulado. Há pormenores em ter em atenção e se Ródenas tem uma vantagem muito confortável, Valero está proibido de cometer erros se quiser manter a liderança.

Para terminar a prova, os corredores vão regressar à NEOM Beach Games Athletes Village (onde começaram), numa etapa de 76 quilómetros, com 194 metros de acumulado.

PUB
KTM E-Bikes BTT

A principal dificuldade estará nas zonas mais complexas para seguir a pista, ou seja, será preciso muita atenção ao GPS. A organização alerta que estes locais poderão penalizar corredores menos experientes na navegação. E Valero sempre avisou que não está habituado a fazer corridas com navegação…

STAGE 4 I NEOM TITAN DESERT SAUDI ARABIA 2022

Também vais querer ler…

NEOM Titan Desert Arábia Saudita: Zubero tenta reagir e vence etapa. Valero mantém liderança

Fotografias: NEOM Titan Desert Arábia Saudita

Também vais gostar destes!