Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor) bateu os compatriotas do WorldTour, João Almeida e Ivo Oliveira (UAE Emirates), esta sexta-feira, no Campeonato Nacional de contrarrelógio de elite, que decorrem em Mogadouro.

PUB
Specialized Enduro LTD

Reis cumpriu os 33,6 km do contrarrelógio com o tempo de 40m23s, à média de 49,922 km/h, em menos 29 segundos do que o segundo classificado Ivo Oliveira, e 41 segundos do que João Almeida, campeão no ano passado, e que fechou o pódio.

“Sinceramente, não estava mesmo à espera da vitória. Tive Covid-19 há três semanas e as sensações nas últimas provas não tinham sido nada boas. Comecei a treinar e sentia também uma grande instabilidade, com uns dias melhores e outros piores. Ontem [quinta-feira] vi o percurso deste contrarrelógio e gostei, pois favorecia ciclistas mais pesados, como eu. Tentei gerir a prova de melhor forma e consegui a vitória, que era algo que procurava já há vários anos. Tinha adversários de grande qualidade, dei o meu melhor e consegui surpreender-me a mim mesmo”, afirmou Rafael Reis.

Daniela Campos revalidou o título nacional feminino. A algarvia completou o percurso de 21,5 km em 32m35s (média de 39,591 km/h), superando a colega de equipa Beatriz Pereira por apenas sete segundos. A terceira classificada, a 12 segundos da vencedora, foi Ana Caramelo (Kiwi Atlantico Louriña).

“É uma sensação muito boa poder revalidar o título e estou muito contente por isso. Sabia que tinha hipótese de conseguir, mas temos atletas muito fortes nesta vertente. Tive de acreditar nas minhas capacidades e focar-me naquilo que eu podia fazer e correu tudo bem. Era um percurso bom para mim, não era muito técnico, mas tínhamos de ter em atenção o vento, que de certa forma dificultou o trabalho dos atletas. O segredo para a vitória foi mesmo a gestão do esforço durante a prova”, explicou Daniela Campos.

Os sub-23 masculinos também completaram 21,5 quilómetros, tendo Pedro Andrade (Efapel Cycling) arrebatado o título ao colega de equipa Fábio Fernandes. O ciclista feirense gastou 27m10s (média de 47,485 km/h), deixando nas posições imediatas Daniel Dias (Kelly-Simoldes-UDO), a 17 segundos, e Pedro Silva (Glassdrive-Q8-Anicolor), a 36 segundos.

PUB
Catlike

A prova feminina contou ainda com a presença das Masters. Entre as mais jovens das veteranas impôs-se a master 30 Nádia Mendes (Cantanhede Cycling/Vesam), com 35m08s. A melhor master 40 foi Raquel Santos (CE Gonçalves/Azeitonense), com 36m07s. A vencedora em masters 50 foi Filomena Gomes (Vertentability/CRG), com 36m01s.

PUB
Trek Fuel EXe

Estás a gostar do GoRide.pt?

Então subscreve a Newsletter GoRide.pt clicando/tocando na imagem abaixo!

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

    Também vais gostar destes!

    Mais em Em destaque