João Almeida já tinha impressionou na quinta etapa da Volta a Itália, em que foi segundo classificado atrás de Adam Yates, com um desempenho excecional na derradeira e exigente subida de Cari (10,2 km a 8%), que foi o palco da batalha final desta jornada alpina.

PUB
Cube Stereo ONE

Naquele dia, o português da UAE Emirates imprimiu um ritmo fortíssimo à frente do grupo dos principais candidatos, reduzindo-o a um quinteto, preparando o ataque para o seu companheiro de equipa, que venceu a etapa e reforçou a liderança da classificação geral.

ETAPA 5

 

Almeida produziu números igualmente impressionantes durante este esforço. Os especialistas fizeram as contas e calcularam que o corredor luso debitou 390 W médios em 12 minutos nos 4,7 km que conduziu o pelotão depois restringido a pequeno grupo, com um pico máximo de 530 W.

Na sexta-feira, na etapa 6, o português confirmou esse excelente momento de forma com números tão ou mais espantosos.

ETAPA 6

PUB
KTM E-Bikes BTT

No dia seguinte, fez cerca de um quilómetro a fundo, primeiro para se distanciar de Bernal e Sjkelmose, e depois para alcançar Adam Yates e, finalmente, deixá-lo para trás nos últimos 300 metros.

Assim, em 2,36 minutos, o português produziu uma média de 470 W com um pico de 560 W. Impressionante.


Créditos da imagem: UAE Team Emirates Twitter – https://x.com/TeamEmiratesUAE/status/1801667707445616726/photo/1

PUB
Cube Stereo ONE

Também vais gostar destes!