O início chuvoso e naturalmente stressante do Tour Down Under – e da temporada do WorldTour em absoluto – tem provocado quedas e consequentes lesões aos corredores, as mais graves a obrigá-los à desistência.

PUB
LIV INTRIGUE LT

Depois de um prólogo de abertura “molhado”, com vários ciclistas a caírem em curvas escorregadias do circuito em Adelaide, a primeira etapa não foi diferente, com várias pequenas quedas no início e outras mais aparatosas, incluindo uma coletiva na preparação do sprint final.

Todavia, a queda mais grave envolveu Robert Gesink, o primeiro a abandonar nesta etapa. O neerlandês e os companheiros da Jumbo-Visma, Timo Roosen e Tim van Dijke, envolveram-se num incidente a 25 quilómetros da chegada, que impossibilitou a continuidade do mais veterano em prova. Gesink foi transportado ao hospital para exames mais rigorosos, sendo-lhe diagnosticada fratura da pélvis.

PUB
Vai à Transpyr com a Kenda!

Após saber a triste notícia, Robert Gesink informou nas redes sociais sobre a  lesão. “Um infortunado acidente deixou-me com uma fratura de pélvis e um bom punhado a menos de pele do que tinha esta manhã. Tempo, agora, de regressar à minha família”, escreveu.

“Só podemos concluir que este é um dia mau para a equipa”, disse o diretor desportivo da Jumbo-Visma, Addy Engels. “A perda de Robert é um revés significativo. O acidente parecia ser muito mau. Rapidamente ficou óbvio que ele não poderia continuar”, explicou.

PUB
Apresentação Titan Desert Marrocos 2023

“Ele está bem, na medida do possível, dadas as circunstâncias. Agora, após isto, antes de criar uma estratégia completa para a etapa de amanhã [quinta-feira], devemos primeiro recuperar deste dia difícil”, lamentou Engels.

Último ano na Jumbo

Não é o início que Robert Gesink desejaria para a provável última temporada na Jumbo-Visma. Apesar de o corredor de 36 anos atingir o termo do contrato com a formação dos Países Baixos no final deste ano, poderá, todavia, não dizer adeus ao ciclismo profissional.

De facto, o neerlandês deu a entender que poderia continuar por mais uma época. Recorde-se que ainda na edição de 2022 da Volta a Espanha vestiu a camisola vermelha de líder após a primeira etapa, o contrarrelógio por equipas, e terminou em terceiro a montanhosa 18ª, atrás de Remco Evenepoel e Enric Mas.

Ao longo da carreira, Gesink participou de 21 grandes voltas, destacando-se com um sexto (2015) e um quinto (2010) lugar da geral na Volta a França e vencendo uma etapa na Vuelta em 2016, no topo do Aubisque.

No Tour Down Under, Gesink teve um acidentado arranque de uma época em que se deveria concentrar-se na sua segunda participação no Giro, onde estava apontado a ser gregário de luxo de Primoz Roglic. Numa entrevista recente ao AD, admitiu deixar “a porta entreaberta” a um eventual prolongamento da carreira até final de 2024.

Esta ambição e resiliência não deixou indiferente os responsáveis da Jumbo-Visma e em particular o diretor desportivo, Merin Zeeman. “Já conversamos várias vezes sobre isso e depois do Giro voltaremos a falar. É muito importante para a equipa que Robert [Gesink] possa encerrar bem a carreira, para que seja um embaixador da equipa para o resto da sua vida”, anunciou o dirigente neerlandês.

“Quando se é profissional há tanto tempo, é importante encontrar a hora certa de parar. Parece que para Gesink ainda não chegou a hora”, afirmou Zeeman ao Wielerflits. “Robert pode pensar nisso com calma. Deixemo-lo pensar nessa situação um tanto delicada, com uma difícil preparação para o Giro e depois uma corrida difícil aí. E então fará a pergunta a si mesmo: ‘É isso mesmo que eu quero? Mais um ano?’”, disse Zeeman. Após este revés com o corredor, os pressupostos dificilmente deverão ser estes…

Programa (previsto) de Robert Gesink até ao Giro:

PUB
Apresentação Titan Desert Marrocos 2023
  • Tour Down Under (17 a 22 de janeiro)
  • Cadel Evans Great Ocean Road Race (29 de janeiro)
  • Volta ao Algarve (15 a 19 de fevereiro)
  • Strade Bianche (4 de março)
  • Volta à Catalunha (20 a 26 de março)
  • Volta à Romandia (25-30 de abril)
  • Volta a Itália (6 a 28 de maio)

Também vais querer ler…

Tour Down Under: Phil Bauhaus, da queda à vitória ao sprint [com vídeo]

Fotografia principal: Team Jumbo-Visma

 

 

PUB
Specialized Turbo Levo
Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

    Também vais gostar destes!