A partir de 29 de agosto, no dia em que (espera-se) o pelotão partirá de Nice para uma muito aguardada e desejada Volta a França, a Ineos terá um novo nome. Será mais um acréscimo que visa promover o novo 4X4 da empresa de Sir Jim Ratcliffe dedicada a esta área: Ineos Automotive. Portanto, a equipa britânica será a Ineos Grenadiers.

- - - Pub - - -

Cube Stereo Hybrid HPC 160

Será precisamente na cidade francesa referida que, uma semana antes do arranque do Tour, será lançado oficialmente o novo nome, assim como o novo equipamento, segundo o comunicado da equipa.

“Em 2017, o presidente da Ineos, Sir Jim Ratcliffe, um entusiasta de carros e um aventureiro experiente, identificou um espaço no mercado”, lê-se no comunicado, referindo-se à falta de um 4×4 “construído com um propósito”. O veículo foi apresentado este mês, mas só ficará disponível para venda mais para o fim de 2021.

Ligação a Portugal

Qualquer parecença com o Land Rover Defender não é coincidência. Fã deste 4×4, segundo o Cycling Weekly, Ratcliffe – considerado o homem mais rico do Reino Unido – terá tentado comprar os desenhos do veículo à Jaguar Land Rover, quando o veículo deixou de ser produzido. Ouviu um não, mas isso não parou as intenções de Ratcliffe.

O magnata terá então optado por criar a sua própria versão, dando origem ao Grenadier, que virá equipado com um motor BMW. E o 4×4 terá uma ligação a Portugal. Segundo o Observador, o chassi de longarinas é produzido pela Gestamp Automoción. Esta é uma empresa espanhola que tem três fábricas em Portugal. O chassi para a Ineos Automotive vai ser produzido na Gestamp Aveiro.

Um ano de sucesso

Ratcliffe tomou conta do patrocínio da estrutura britânica quando a Sky anunciou que iria sair no final da temporada de 2019. O empresário britânico nem esperou pelo final do ano e deu novo nome ainda durante a temporada. A mais do que conhecida Sky passou a ser Ineos e manteve a senda vencedora ao conquistar mais um Tour, o sétimo numa história de uma década da estrutura.

Não é a primeira ligação ao desporto, com Ratcliffe a patrocinar uma equipa que luta por vitórias na Taça América (e não só). Ou seja, a Ineos quer vencer no mar e em terra. E neste aspeto, irá apostar forte novamente na Volta a França, levando os três vencedores que tem na sua equipa: Chris Froome (quatro vitórias), Geraint Thomas e Egan Bernal (uma conquista cada). Aliás, será um dos pormenores de interesse na Volta a França. Como irá funcionar a equipa com três homens que dizem querer mais um triunfo?

E claro, a Ineos foi recentemente notícia por não ter renovado com Chris Froome, um dos esteios da estrutura. Em 2021, o britânico estará na Israel Start-Up Nation, onde será um líder único, algo que Dave Brailsford, diretor da equipa, anunciou já não ser possível garantir na Ineos, perto de ser Ineos Grenadiers.

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.