João Almeida confirmou superiores aptidões no contrarrelógio e conquistou um ótimo quinto lugar na última etapa do Giro de Itália, este domingo, ‘metendo’ muito tempo em todos os seus adversários diretos.

PUB
BH Aerolight

Com este resultado, o corredor português da Deceuninck-QuickStep subiu duas posições para chegar ao sexto lugar da classificação geral final, ultrapassando Romain Bardet e Hugh Carthy, e a tão só 0,053 segundos do quinto, Daniel Martinez.

Para Egan Bernal (Ineos-Grenadiers), vencedor do Giro de 2021, o português foi 1.26 minutos mais rápido nesses 30,3 km contra o tempo e acabou a competição a 7.24 minutos do colombiano, que confirmou o favoritismo e venceu esta edição do Giro.

Embora Bernal tenha cedido 30 segundos para o adversário mais próximo na classificação geral, Damiano Caruso (Bahrain-Victorious), a sua vitória nunca esteve em dúvida e permitiu-lhe tempo até para erguer os braços em comemoração ao cruzar a linha de chegada, após o contrarrelógio.

Caruso selou o segundo lugar geral, enquanto Simon Yates (BikeExchange) segurou confortavelmente o terceiro lugar, completando o pódio final.

PUB
Cube Stereo Hybrid HPC 160

Num grande dia para a Ineos, o campeão mundial de contrarrelógio, o italianom Filippo Ganna não deu hipóteses à concorrência venceu a etapa à frente de Remi Cavagna (Deceuninck-QuickStep) e de Edoardo Affini (Jumbo-Visma), segundo e terceiro, respetivamente. Também da Ineos, Daniel Martinez ultrapassou Romain Bardet (DSM) e subiu ao quinto lugar da geral, superando por 0,053 centésimos João Almeida.

É a segunda vitória de Egan Bernal numa Grande Volta, após o seu sucesso no Tour de França de 2019, e assim juntou-se a um clube de elite que venceu o Giro e o Tour na última década, que também inclui, Vincenzo Nibali, Chris Froome e Alberto Contador.

“Eu estava focado apenas no meu esforço”, disse Bernal quando questionado sobre como abordou o contrarrelógio. “Pensei que não poderia cometer um erro, não queria perder o Giro numa curva… Forcei as partes em que consegui forçar, nas curvas não corri riscos”, admitiu o vencedor do Giro 2021.

“Foi o primeiro contrarrelógio que realmente gostei! Estou sempre a sofrer com os contrarrelógios, mas hoje foi especial. Foi especial ver muitas bandeiras colombianas em todos os lugares e as pessoas a torcer por mim”, declarou o camisola rosa.

Com apenas 24 anos, Bernal também selou a vitória na classificação dos jovens, enquanto Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) e Geoffrey Bouchard (AG2R Citroën) também os vencedores das classificações por pontos (camisola ciclamino) e montanha (azul), respetivamente.

PUB
Specialized Recolha em Loja

NEWSLETTER GORIDE.PT Newsletter GoRide.pt

Goride Team
Toda a GoRide Team alimenta este site como se não houvesse amanhã :) Damos preferência a tudo o que envolver diversão em cima de uma bike!

Também vais gostar destes!