Sem Mathieu van der Poel e Wout van Aert, os europeus de ciclocrosse abriram a porta a novas figuras. E dois belgas agarraram a oportunidade em Hertogenbosch, terreno dos rivais holandeses. Eli Iserbyt foi claramente o mais forte, batendo o compatriota Michael Vanthourenhout.

- - - Pub - - -

Polisport T500

Os dois dominaram a corrida, eles que até são colegas de equipa, na Pauwels Sauzen-Bingoa. A dupla afastou-se da concorrência na terceira volta, sem que nunca mais fossem apanhados. E na penúltima, Iserbyt atacou e ganhou com uma vantagem de 16 segundos. A fechar o pódio ficou um homem da casa. Lars van der Haar cortou a meta 22 segundos depois do novo campeão europeu.

“Foi bom ter o Michael comigo para manter o ritmo no início da corrida. Mas tivemos de pedalar mesmo rápido porque o Lars é muito rápido nos setores de areia, onde eu não sou tão bom. Tive de dar tudo nas outras secções”, explicou Iserbyt, que havia perdido para Van der Poel há um ano, mas agora não esconde o quanto o deixa feliz vestir a camisola de campeão da Europa.

“Era um objetivo que tinha nesta estranha época. Ter a camisola tão cedo na temporada é bom para a saúde mental e para o resto das corridas”, salientou, citado pelo VeloNews. O corredor belga explicou que o ataque tão cedo na corrida aconteceu depois de ter caído após uns degraus. “Tinha de ir a todo o gás. E fui”, contou, na movimentação que levaria Iserbyt e Vanthourenhout a tirar qualquer esperança dos adversários em discutir o título europeu.

Neste domingo foi também conhecida a campeã da Europa de sub-23, com a vencedora a ser a holandesa Puck Pieterse, que há um ano conquistou o mesmo título, mas no escalão de juniores. No segundo lugar ficou a húngara Kata Blanca e a fechar o pódio mais uma atleta da casa, Manon Bakker.

No sábado decidiram os títulos de elite feminina e sub-23 masculinos, que podes clicando no link.

Em baixo, o resumo da prova masculina deste domingo.

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.