Foi um pódio 100% holandês, com o quarto lugar a também ser para uma atleta dos Países Baixos. Caylin del Carmen Alvarado sagrou-se campeã da Europa de ciclocrosse, ela que é a atual campeã do mundo.

- - - Pub - - -

Cube Stereo Hybrid HPC 160

Alvarado discutiu a vitória ao sprint com a compatriota Annemarie Worst, com Lucinda Brand a cortar a meta em Hertogenbosch 22 segundos depois. “Foi uma vitória difícil. A corrida mais complicada da época para mim, até agora, apesar de não ter competido muito. Tentei fugir algumas vezes, mas não resultou. Então, foi importante manter a pressão, ter um ritmo elevado para tentar desgastar a concorrência. Penso que correu bem”, afirmou a nova campeã da Europa.

A competirem em casa, Alvarado e Wost destacaram-se após cerca de 15 minutos de prova, num percurso relativamente plano. Lucinda Brand ainda chegou a conseguir chegar à dupla da frente, descolou depois, voltou a recuperar, mas acabaria mesmo por quebrar já na última volta da corrida.

“Foi um sprint muito longo. Desde o momento em que saímos da floresta, foi ir a fundo até à linha da meta. Penso que foi quase um quilómetro”, salientou Alvarado, citada pela VeloNews. A corredora realçou ainda: “Depois da camisola [de campeã] holandesa e da de campeã do mundo, finalmente tenho esta [da Europa].”

Denise Betsema confirmou o domínio holandês ao ser quarta, a 55 segundos de Alvarado, com a francesa Perrine Clauzel a fechar o top 5, a 1:13 minutos.

Na categoria de sub-23 masculina, o vencedor foi também um holandês: Ryan Kamp (fotografia de cima). Os britânicos Thomas Mein e Cameron Mason completaram o pódio.

Este domingo realizam-se as corridas de sub-23 feminina (11h00, hora portuguesa) e da elite masculina (12h30). Nesta última não estarão presentes duas das principais figuras da modalidade e que em 2020 destacaram-se na estrada: o holandês Mathieu van der Poel e o belga Wout van Aert.

Lista de inscritos:

GoRide

Subscreve a Newsletter GoRide!

Todos os artigos diretamente no teu email.